Minha sogra

Olá vou mudar o meu nome nesse conto por motivo pessoal , me chamo Mateus tenho 22 anos sou alto moreno tenho o corpo atlético pois sempre malhei desde os meu 16 anos , tenho uma noiva de 19 anos que se chama Gabi ela mora com a mãe dona Irene de 47 anos de um tempo pra cá minha sogra ficou viúva e muito triste , como já se era de esperar por uma perda tão grande , nesse tempo passei a ficar mais na casa da minha sogra (por ser mais perto tbm tô meu trabalho) e com isso fui reparando que minha sogra cada dia que passava se sentia mais a vontade cmg na casa dela , ela sempre gostou de mim , me adorava kkk nao sei pq afinal sou um tremendo safado kkk eu já podia

Sexshop

notar a diferença do começo de namoro , antes ela tinha que selecionar as roupas que andava dentro de casa quanto eu estava lá, não botava nada muito curto ,ela smp falou pra mim que gostava de andar de pouco roupa que por ela nao existia esse negócio de roupa nao kk ela smp foi meio maluquinha ,percebi tbm que ela agr nao fechava mais a porta do banheiro quando ia usar msm cmg estando em um ponto que dava pra ver dentro do banheiro ela deixava a porta aberta , mais eu achava normal afinal ela fazia isso até perto da minha noiva , nunca tinha pensado mal sobre ela , até certo dia minha noiva teve que acordar 6 da manhã pois tinha uma viagem de negócio bem cedo e só voltaria as 9 da noite acordei cedo junto com ela e levei até o ponto , esperei ela entrar no ônibus e voltei para casa dela pra voltar a dormir pois na quela dia eu estava de folga e esqueci de falar pra minha noiva , entrei em casa e saíndo da sala já do de frente com a cozinha que tem uma pequena escadinha em frente ao banheiro , lá eu smp sentava para tomar meu café e não foi diferente , sentei peguei meu café, a luz do banheiro tava apagada e eu ainda estava meio sonolento , escutei um pequeno barulho de xixi caindo no fundo do vaso , olhei para frente e vi minha sogra sentada

no vaso, ela não me viu estava olhando pro chão e com certeza tbm estava com sono fiquei encarando muito msm sem ao menos perceber , quando menos espero ela levanta vira de Costa para mim pega papel higiênico para se limpar fica meio de 4 para mim , eu tive uma visão magnífica, senti meu pal latejar na minha bermuda de tão duro que estava , ela acabou de se limpar saiu do banheiro me deu bom dia , como se nada tivesse acontecido e volto para o quarto nesse dia gozei litros pensando na quela imagem, passou 2 semanas depois do ocorrido e ainda estava com ela na cabeça e comecei a fazer a msm coisa que ela , toda vez que eu ia usar o banheiro eu deixa a porta aberta pra talvez ela conseguir ver meu pal, então resolvi montar uma estratégia eu tinha que comer ela de qualquer jeito , na semana seguinte um dia antes da minha folga fui dormir lá só pra no outro dia quando minha mulher saísse eu

Disk Sexo

ficasse com a sogra sozinho kk deu 7:30 da manhã e minha mulher já tinha saído levantei fui ao banheiro a luz tava apagada e ainda estava escuro entrei já com o pal pra fora e muito duro vcs sabem como fica de manhã kk quando chego perto do vaso já quase mijando meu pal encosta em algo eu acendo a luz e era minha sogra no vaso fazendo xixi fiquei todo sem graça na hora mais cheio de tesão reprimido e pra minha surpresa ela olha bem na minha cara encosta a mão na cabeça e fala assim cuidado com esse pirocao aí em Mateus já estou acabando e vc pude usar fiquei ali vendo bem de pertinho ela usando o banheiro eu com o pal pra fora notei que ela não tirava o olho dele tbm , nisso quando ela acabou se levantou para se limpar e falou , hj é sua folga ner vai me fazer companhia hj , eu cheio de maldade na mente disse vou sim sogrinha , quando ela se inclinou o banheiro era pequeno e meu pal que nem uma lansa entrou entre o reguinho dela ela olhou pra trás e disse ops esse meninao tá impossível em ,primeiro na cara agr

querendo entrar aí, nisso nao aguentei e falei é sogrinha ele realmente tá doido pra entrar aí, ele ficou muda por ums 30 segundos e deu uma olhadinha pra trás com aquele cara de puta que ela tem e falou vc sabe que eu tô um tempo sem um macho e vc ainda me diz isso , nessa hora agarrei ela pela cintura abri bem as pernas dela encaixei meu pal ele foi escorregando meio que doendo pois não estava molhada e imporrei assim msm enfiando tudo de uma só vez , que buceta quentinha , o tesão falava tão alto que se eu não me controlada e eu já teria gosado na quela buceta linda , comecei um vai e vem bem devagar e fui almemtando o ritmo ela começou a gemer muito alto me chamando de filha da puta falando que meu pal era o maior e melhor pal que ela já tinha sentido , eu chamava ela de minha putinha vagabunda passava o dedão na quela cusinho e perguntei vc vai me deixar comer esse cusinho tbm ner Irene ela olhou pra trás e disse a partir de hj nessa casa vc tbm é meu macho , quando ela falou isso não aguentei e despegei meu leite quente no útero da minha sogrinha Irene foi a Foda mais gostosa da minha vida

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.