Meu vizinho casado e insaciável

Era um sexta feira a noite por volta das 22 horas , estava chegando da academia , shorts , regata um pouco suada , quando entrei no elevador para ir para o meu apto logo no 3° andar meu vizinho de apto entrou , percebi que ele olhava minhas pernas , meus seios e minha bunda , respirava fundo , sorri e disso “Oi” pra ele .
Eu sabia que ele era casado , tinha uns 29 anos a mulher estava viajando , como estava calor ele estava de bermuda jeans , chinelo e a camiseta jogada no ombro .Quando o elevador parou não resisti encostei nele e ele me segurou , pedi desculpas como se fosse algo sem intenção . Ele sorriu e disse que estava tudo bem . Saímos do elevador .
Entrei em casa com a idéia fixa de que teria que transar com aquele homem , bati na porta e ele demorou um pouco pra abrir veio so de toalha , perguntei se não tinha como ele dar uma olhada em uma lâmpada que não estava ascendendo , ele disse que em 30 minutos ia . Corri pra casa tomei um banho , passei óleo aromatizante por todo meu corpo , coloquei um espartilho vermelho e fiquei a espera dele .
Passou um tempo a campainha tocou , coloquei um roupão e fui atender … Ele me deu um beijo no rosto , dizendo que eu estava muito cheirosa e entrou .
– Onde está a lâmpada ?
– No meu quarto , me acompanhe por favor .
Tocou no interruptor e a luz acendeu . Dei um sorriso safado tirei o roupão . Carlos ficou mudo , aproximei e dei um beijo demorado nele , senti seu pau apontando pra cima , querendo estourar a bermuda .
– Melissa isso não é certo , eu sou casad…
Dei outro beijo , deslizando minha mão até sua bermuda , apertando seu pau por cima do tecido .
Disse em seu ouvido .
– Estou louca por vc Carlos , faz tempo que quero ser sua , quero te sentir todo dentro de mim .
Nisso ele me pegou no colo , me deitou na cama e começou a me beijar com volúpia , me beijava todinha abriu o corselet e abocanhou meu seios que estavam com os bicos doendo de tão rijos , sentia sua língua percorrendo os meus seios era uma delicia , sabia mamar de um jeito que quase me fez gozar .
Sussurrando em meu ouvido .
– Vc é linda melissa , maravilhosa , nunca pensei em ter uma mulher assim como vc , deliciosa e cheirosa…
Carlos foi me beijando , até chegar no meu umbigo , abri as pernas oferecendo minha bucetinha que estava escorrendo de tesão , foi beijandominhas coxas , mordiscando em volta dos lábios , gemia estava ficando alucinada com aquele homem . Até que senti sua língua grande e quente deslizar pelos lábios da minha buceta , indo ate meu grelo começando a me chupar de um jeito que me fez estremecer toda, me sugando com força esfregando a língua enorme de cima para baixo.
-_Aiiiiiiiii………………assim!!!!!! Carlos delicia AIIIIIIII que delicia vaiiiiii aiiiiiii assim!!!!!!!!!!!! aiiiiiii eu toooo aiiiii voooo….. gozaaaaa assimmm aaaaaaaahh
Não agüentei e gozei na boca dele .
Vi estrelas , gozei muito aos berros na boca de Carlos , que não parou de chupar .
Me ajoelhei em frente a ele e baixei sem muita enrolação a sua bermuda, pois estava tão louca de vontade de chupar pica .
– Agora é minha vez!!! deixa eu matar a vontade de mamar nessa rola seu safado!
Quando vi saltar de dentro da cueca aquela bengala enorme e lustrosa que chegou a bater na minha cara,parecia aveludada e brilhante com veias enormes, com uma cabeçona vermelha inchada e melada, com aquele cheiro de macho tesudo, era grossa e comprida,a rola dela deve ter eu acho que uns 20 centímetros e a cabeça e vermelha e inchada , boa de chupar!
_ Que caralhão que você tem hein ! Como é grande o teu pau Carlos , bem que escuto sua mulher gritando sempre !
Cai de boca na pica do Carlos e comecei a lhe dar uma chupada digna de puta profissional.
Engolia a cabeça e roçava a língua por baixo da glande, o gosto dos fluidos de macho me deixavam mais excitada ainda,depois tirava a cabeça da boca com carinho e delineava toda a glande com a boca, chupava de lado a pica até a base e tornava a engolir a cabeça, massageava as bolas delicadamente enquanto apertava firme com os dedos em torno da glande subindo e descendo lentamente.( isso deixa um homem maluco de tesão).
Mamei por muito tempo a rola de Carlos , que me xingava elogiava e acariciava meus cabelos .
Deitei na cama arregacei as pernas , olhei com cara de vagabunda e disso .
– Mete essa pica gostosa toda na minha bucetinha que eu não aguento mais de vontade, enfia toda essa vara !
Carlos pincelou aquele pica na entrada da buceta e forçou , fazendo entrar a merada , eu dei um berro de tesão , sendo invadida , senti minha bucetinha acomodar tudo com muita facilidade , pois estava escorrendo de vontade de ser fodida . Começou um vai e vem cadenciado fazendo entrar cada vez mais e mais, me fazendo gemer alto na rola dele que me arregaçava gostoso.
– Assim Carlos aaaah assim…. me come gostoso vai mete tudo dentro que da buceta que tá uma delicia essa vara , meu puto gostoso fode a tua putinha vaiii aiiii me come com força com esse pauzão gostoso seu filho da puta delicioso me fodeeee!
Gozei muito , de uma forma maravilhosa , Carlos não parava de bombar aquela pica na minha bucetinha , em pouco tempo já estava rebolando e gemendo na vara do casado safado .
Ele me colocou de quarto , e começou a me foder com força , abracei o travesseiro e empinei pro pau entrar tudo , sentia a força do seu corpo batendo contra o meu , segurava pela cintura e metia rola sem dó , o safado estava me dando surra de rola , e eu adorando é claro .
Senti minha buceta esquentar com os jatos de porra que Carlos esguichava dentro dela enquanto urrava e me fodia feito um louco me chamando de vagabunda, piranha gostosa e safada, putinha deliciosa da bucetinha apertadinha.
Caímos os dois na cama , fiquei um pouco ali, aproveitando o momento, depois foi ao banheiro me limpar, tomei uma ducha rápida pois estava com porra escorrendo pelas pernas e a buceta estava toda vermelha com os lábios inchados de tanta pica que tinha levado.
Voltei e vi aquele homem enorme deitado na cama, e tudo que eu via era aquele caralho brilhante e lustroso, de lado sobre suas coxas .
Comecei a lamber com a ponta da língua os lados da cabeça da rola,desci até as bolas e voltei, engoli com carinho a cabeça, e comecei a sugar delicadamente, mamando gostoso na pica engolindo as ultimas gotinhas de porra que ainda restavam.
Foi sentindo ele endurecer novamente na minha boca, cada vez mais dura, até que em pouco tempo estava apontando pra cima de novo e eu mamava gostoso na vara do Carlos que me chamava de putinha deliciosa, alisava minha bunda e enfiava os dedos na buceta, forçava a ponta do dedo no meu cuzinho com que piscava desesperado querendo ser comido
Vem meu gostoso,vem que eu quero essa picona enterrada no meu cú ! Me fode gostoso no rabinho , vem que eu quero esse caralho todo atolado dentro do meu cuzinho guloso ! Fode a bunda da tua putinha!
Carlos colocou-se por traz e encostou a cabeça da pica nas pregas do meu rabo, eu sentia a tora quente na entrada do meu cu que se contraia louco pra ser arrebentado por aquele mostro .
– Carlos me soca a vara com vontade ! Que eu aguento, quero ser enrabada de verdade, me come com força o cu meu gostoso.
– Aiiii delicia de pau, me fode no cu aiiii adoro, mete filho da puta mete no meu rabo esse caralho todo, que ta gostoso aiii aiii como é bom dar o cu!!!! aiii…. aiiii….fode com força que eu vo gozar filho da puta!!! me enche o rabo com porra de macho aiii meu cu ta aiiii delicia aiii..soca soca.
Gozei… gozei um gozo alucinante, algo que ainda não tinha provado…
Tirou o pau do meu rabo arrombado, me fazendo engolir a cabeça da vara, e começou a solta jatos de porra dentro da minha garganta me chamando de vadia, puta, vagabunda biscate e mandando mamar na pica do seu macho que era assim que eu gostava de ser tratada igual a uma vagabunda.
Durante alguns minutos ficamos ali, descansando, mas Carlos logo começou a me beijar e alisar meus seios ,coxas e brincar de esfregar o pau pra frente e pra traz entre minhas pernas, eu estava exausta, mas estava gostoso . Logo o cacete começou a dar sinal de vida novamente e já estava meio duro me roçando na fenda da minha buceta,me deixando molhada de no novo.
Eu rebolava e gemia na pica do meu vizinho gostoso que me falava safadezas ao meu ouvido me apertando os seios e já erguendo uma de minhas pernas, pra enterrar mais fundo a pica grossa em mim.
– Mexe gostoso minha putinha, rebola na minha vara sua safada que eu seu que é disso que você gosta sua puta,e essa buceta gostosa é minha , e eu vo te foder até você não aguentar mais sua vagabunda gostosa, vou te encher de porra que é o que você merece vadia .
– Toma vagabunda gostosa, to te enchendo de porra quente sua putinha, que gosta de ser fodida igual cadela safada .
Já estava exausta , acabei dormindo toda gozada , acordei no outro dia de manhã tomei banho e preparei um café para o meu macho gostoso .

Sexshop

Até mais queridos , votem e comentem .
Melissa

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.