Meu tio arregaçou meu cuzinho

Minhas pernas estavam moles…. Me sentia suja, mas confusa. Tudo tinha sido tão gostoso. Minha bucetinha ainda melada, pulsava de tesão.
Meu tio me chamou para o banho. Obedeci.
Ele pegou um sabonete e ensaboando as mãos, começou a me banhar. Esfregou meus peitinhos e descendo pela minha barriga, alcançou minha xaninha. Levantou uma das minhas pernas e começou a esfregar desde a bundinha até meu grelinho. Enfiava a ponta do dedo no meu cuzinho. Achava desconfortável. Ele pediu para eu relaxar que não doeria. Sentia aquele dedo enorme entrando, rasgando minhas preguinhas. Nisso ele pegou o óleo de amêndoas da minha tia e me lambuzou dizendo: – assim vai ficar mais gostoso, você vai ver. Deixa o tio ver esse cuzinho delícia. Me inclinou virada para o azulejo. Fiquei de bunda arrebitada para ele. Por baixo das pernas vi como seu pinto estava enorme. Fiquei gelada de medo. Será que ele vai querer colocar isso tudo em mim? Ele acariciou meu cuzinho, enfiando o dedo com cuidado. Não gostei nada daquilo… reclamei.
Mandou que eu saísse do chuveiro. Me enxugasse e fosse para a cama. Será que ele tinha ficado bravo?
Fui para a cama e fiquei lá um tempão. Ele demorou muito e acabei adormecendo. Acordei com ele em cima de mim. O safado tinha aberto bem minhas pernas e lambia desde a xaninha até meu cuzinho. Estava gostoso e eu gemia. Ele falava: você é muito boazinha. Fica quietinha que o tio vai te dar um dinheirinho depois…
Eu já estava toda melada daquilo tudo, abria mais ainda minhas pernas para ele alcançar melhor.
Foi quando ele me levantou os quadris e começou a me penetrar o cuzinho. Com muita dificuldade, pois o caralho dele era enorme e eu ainda menina… Forçou tanto que conseguiu. Senti aquele monstro entrar e me rasgar inteira. Doía muito e eu pedi para ele parar. Ele dizia: aguenta ai, que agora não vou parar. Aos poucos meu cuzinho foi alargando, mas ainda doía muito.
Ficou metendo o meu cuzinho por muito tempo. Gemia feito doido e dizia: que cuzinho mais gostoso menina!! Arrebita essa bunda gostosa pra mim… Vou te arregaçar inteira… Parecia um loco. Eu chorava de dor e pedia para ele parar. Ele dizia: aguenta ai, cadelinha do tio. Até que gozou tudo dentro. Eu sentia meu cu escorrendo. Ele suado em cima de mim. Eu pequenininha debaixo dele, com muita dor. Ele beijava meu rosto e dizia: gostosa do tio. Sabia que não ia me decepcionar. Fica tranquila que só a 1ª é assim. As outras vezes vão doer menos, até que você vai gostar muito.
Fui até o banheiro para me lavar.
Nisso ouvi barulho no portão. Devia ser minha tia chegando. Logo coloquei minha roupa e sai para a escola. Meu cu ardia muito e mal conseguia sentar. Uma amiga minha percebeu que eu estava diferente e me perguntou o que tinha acontecido. Contei pra ela e ela acabou me contanto que seu padrasto também fazia o mesmo. Achei normal então que essas coisas acontecessem com as meninas.
De volta para casa, meu tio me chamou num canto e me deu uma pomadinha para passar, dizendo que aliviaria qualquer dor. Quando fui passar, olhei no espelho e vi que meu cuzinho estava todo roxo e arrombado. Tadinha de mim. Tão pequena e já dando o cu.

LibidGel

Ficha do Conto

Escritor:
srtaweb

Nome do conto:
Meu tio arregaçou meu cuzinho

Sexshop

Codigo do conto:
91932

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
14/11/2016

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us

3 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.