Meu cunhado me comeu gostoso

Eu tinha 18 anos e namorava há dois. O irmão do meu namorado era um gato e ficamos amigos. Dois anos de convivência depois e eu já sem vergonha, sempre pensava nele. Tinha vontade de experimentar meu cunhado, era isso.

LibidGel

Uma noite dormi na casa do meu namorado e uns amigos ligaram de madrugada. Tinham se metido numa confusão qualquer e precisavam de ajuda. Ele foi para a delegacia e fiquei na casa dele. No quarto ao lado dormia o gostosinho do cunhado. Estávamos sozinhos.

Minha tática foi ousada. Comecei a me masturbar deitada, de porta aberta e gemendo alto. Inocente ou não, ele perguntou: “Posso te ajudar?”. E imediatamente fui pro quarto dele. Nos enroscamos ali mesmo em cima da cama de
solteiro e ele prontamente enfiou os dedos na minha bucetinha safada e latejante. Dei pra ele gostoso no franguinho assado. Fui passivamente comida, sem fazer esforço algum. E fui bem comida, viu… depois lancei-o no chão e cavalguei muito naquela pica pedindo pra ele me dizer as piores baixarias que conhecesse. Ele perguntava se gostava de dar pro irmão dele, qual pica era mais
gostosa (e as duas eram!) e minha xana não queria desgrudar daquela carne deliciosa. Levantei bruscamente e coloquei a buceta na cara dele e fizemos um 69 impressionantemente prazeroso. Chupei as bolas, o pau, mordi, mordisquei. Me lambuzei. E decidi que daria pela primeira vez meu cuzinho. E pedi pra ele ser cuidadoso porque era virgem por aquelas bandas. Ele, como uma lady, desvirginou meu cuzinho num vai e vém sutil e tesudo. Eu gritava de prazer e tinha o cu comido com a buceta acariciada. Duas horas depois voltei pro meu quarto e dormi.
Quando meu namorado chegou, minha buceta acordou novamente. Queria dar pros dois na mesma noite. No mesmo lugar. Esperei ele se deitar, arranquei sua cueca e
perguntei se podia chupá-lo um pouco. Comecei pela cabeça com movimentos beeem leves, pra ele sussurrar de tesão. Depois suguei o pau todo, prensando em minha boca eternamente carnuda. Quando o mastro dele estava insuportavelmente em pé,sentei bem devagar deixando apenas a cabeça entrar. E ali rebolei. Ele gemeu mais alto. E eu pedi que ele gemesse com vontade. Queria que o irmão dele
ouvisse. Tirei minha buceta do pau dele e voltei a chupá-lo. Tomei uma gozada na cara saborosa. Então fiquei de quatro e pedi pra ele me comer a bucetinha inteira, até o fundo porque eu estava morta de tesão. Ele comeu com força, devagar, com força, devagar. E parou pra me chupar enquanto eu estava ali, com o reguinho na cara dele.

Com a mesma conversa, falei que era virgem do cuzinho mas queria perder com ele. E mais sutilmente ainda ele encaixou seu pau duro e gostoso em meu rabo enquanto
perguntava se eu queria eternamente ser a putinha dele. Que enrabadas gostosas eles tinham! Não sei qual era melhor. E gemi, berrei de prazer pro irmão dele ouvir que eu agora dava pro outro querendo provocá-lo.

Sexshop

Fomos dormir cansados. E quanto a ele eu não sei, mas eu dormi realizada….

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.