Foda Quente de Carnaval

Antes mesmo do Natal (2017), que Salvador já está em clima de festa. São 45 de festa, que vai de dezembro até o carnaval. Neste período conheci o Rui, um rapaz que veio passar as férias aqui na Bahia e se hospedou em uma pousada perto aqui da minha residência. O fato é que nos conhecemos e ele é casado e me disse que estaria aqui na Bahia até o Carnaval. Ele é moreno, olhos claros, magro, mas com um peitoral bem definido.

 

Eu faço caminhada todos os dias na Orla e ele também fazia e nisso acabávamos nos esbarrando, as vezes conversávamos e um dia chegamos a tomar uma cervejinha em uma barraca de praia. Ele pediu meu número e eu dei e de lá para cá as conversas só fluíam para o sexo.

Em uma mensagem ele disse: “Claúdia, você hoje estava muito linda naquele short azul, vou voltar pra minha cidade e sonhar todos os dias com você naquele shortinho. Não vou mentir para você que hoje eu bati uma punheta em sua intenção”.

Eu amei ler aquela mensagem e correspondi de forma bem tímida e ao mesmo tempo safada: “Sinto lisonjeada, Ruy de lhe proporcionar algum tipo de prazer, mesmo que tenha sido imaginário, mas não me deixe envergonhada, pois sou timida”. Ele não hesitou e me enviou uma foto do pau todo melado, eu não respondi mais nada, mas ele me pediu uma foto da minha buceta só par ele se masturbar e pensar em mim, imaginar melhor. Não vi nenhum mal em uma foto e mandei uma foto da minha buceta bem aparadinha e com grelinho inchadinho. Ele ficou louco e disse que queria um dia ver pessoalmente eu então não respondi mais nada e passamos dois dias sem nos falar.

Na última quinta-feira, dia que começou o carnaval, Ruy viu que a minha sobrinha foi para a festa e notou que eu estava sozinha e me perguntou se eu ia para avenida a noite, e eu respondi que não, que não tinha mais saco para a festa, ele então me disse que iria vim me visitar. Eu nem sei o que pensei, mas disse que sim, que ele poderia vim e em questão de minutos me arrumei. Coloquei um vestido floral simples com decote, justinho em cima e rodado embaixo, e coloquei um perfume bem gostoso. Tinha em mente que não ia rolar nada, mas queria que ele tivesse uma boa impressão de mim

As 20: 30 ele toca a campanhia. Ele estava lindo, cabelo molhado, bermuda despojada e camisa polo azul. Um perfume ativo bem gostoso. Quando o vi pensei que se ele tentasse um beijo eu o daria apenas um beijo e só. Conversamos muito e Ruy olhou nos meus olhos e me beijou.

Um beijo bem safado, onde a língua percorreu toda a minha boca, passou pelos meus dentes, enrroscou na minha língua em uma guerra e depois ele chupou muito a minha língua. Eu já estava excitada com o beijo e interrompi, e disse para ele que não podia pois ele era casado.

“__Claúdia, esqueça isso. Estamos sozinhos aqui, logo vou embora, vamos curtir este momento”.

“__Não, Ruy, sou divorciada, não sou uma menina, sou mulher já vivida, jamais quero fazer algo para prejudicar alguém”.

“___Mas não vamos prejudicar ninguém, Cláudinha, vem cá, deixa eu te fazer carinho”, ele já me beijava outra vez e desda vez já tirava a camisa. Quando pensei em abrir a boca para falar algo ele simplesmente desabotou a bermuda e esta caiu de vez, mostrando um pau moreno, com pelos e muito duro. Ele nem usava cueca.

Fiquei assustada, espantada, excitada e obsecada por aquilo que via. Na hora minha xota já estava dando gritos de alegria e minha cabeça “dizia” que eu não podia e minha “buceta gritava” feito louca” aceita besta, tô doida pra sentir este cacete entrando”.

Ruy já me agarrara de forma mais brusca e me jogou no sofá da sala, pegando minhas pernas e alisando. Tenho pernas grossas e com pelinhos dourado. Sentia aquele pau roçando no meu corpo. Ele me beijava e empurrava a rola contra a minha buceta, forçando como se quisesse entrar com vestido, calcinha e tudo. Tava tudo tão gostoso. Tenho um quadril bem largo que para o trânsito e deixa qualquer homem alucinado. Suspendi o vestido deixando a mostra a calcinha e ele parou para ver o movimento sorrindo.

Ele disse : “Deixa eu ver”

Coloquei a calcinha vermelhinha de rendinha de lado e mostrei a buceta raspadinha, lisinha e rosadinha para ele. Ruy olhou para mim e com a língua para fora fez como se tivesse chupando e foi se agrachando até chegar bem perto da xota começou a me chupar. Me deixou deitada no sofá, puxando meu quadril para ele e ainda com a calcinha de ladinho ele começou a me chupar. “ Que xota grande você tem, querida, isso sim é gostoso”.

Tirou minha calcinha e me colocou de bruços, e chupou meu cu, mordeu minha bundinha e lambia minha bucetinha do inicio ao fim. Cuspiu no meu cu e chupou minhas pregas com gosto. Enquanto ele me chupava eu já escutava a zoada da camisinha abrindo. Imaginei que ele já ia meter no meu rabo e logo me virei e ele colocou a camisinha no dedo e veio com a rola em minha direção. Ele percebeu que eu não ia deixar no cuzinho. Tirou meu vestido e deixou meus seios a mostra. Meus seios fartos e médios se encaixaram na rola dele, fazendo uma espanhola bem gostoso. Cuspi na rola dele o que deixou o movimento bem mais gostoso. Ele fazia aquele vai e vem e eu ali deitada naquele sofá já mexia no meu clitóris demonstrando que estava gostando da foda. A rola dele se escondia nos meus seios fartos. Logo tentei passar a língua na rola e ele amou, coloquei novamente a língua o maximo que pude e tocou de leve a cabecinha dele. Depois ele deixou a rola bem na minha frente e eu comecei a chupar aquilo como se nunca tivesse visto uma.

A rola era grande, mal cabia na minha boca. Ele forçava para eu chupar mais e eu tentava não mais chupar. Ruy, colocou a mão nas bolas segurou_as e enfiou com tudo a rola na minha boca, e tirou, botou de novo e tirou e eu lá de boca aberta. Ele veio me deu um beijo mordeu meus lábios e de volta enfiou rola guela abaixo.

“Isso, chupa, chupa minha pica. Engole tudo Claúdinha, engole pra sair leite”.

Eu sócolocava a lingua pra fora e chupava e deixava a baba cair, a rola dele já estava toda molhada quando ele tirou e colocou a camisinha e disse:

“Agora vamos brincar gostoso de entra e sai. Ela tá doida pra conhecer meu pau que eu sei”. Ele já futucava a minha bcetinha fazendo cara de safadinho.

Me colocou de 4 apoiada no sofá, beijou minhas costas e foi penetrando. Minha buceta logo foi se abrindo e folgando espaço para a rola entrar. Meteu gostoso e logo me puxou me jogando no chão, onde minhas costas ficaram apoiadas no chão e levantou minhas pernas colocando-as para cima e meio que de cócoras de costa para mim, colocou a rola para baixo e foi metendo. Eu gritei um pouco e gemi, pois senti bem fundo a rola. Ruy não demorou muito e gozou. Tirou a camisinha e ficou ali no chão me beijando.

Ficamos conversando um pouco e depois ele foi embora, mas disse: “Você tem uma xota muito gostosa, quando eu vier na Bahia quero lhe encontrar de novo Ra gente se divertir um pouco”.

Eu amei ter transado com ele, mesmo sabendo que ele é casado. Mas foi apenas uma diversão. Ele hoje já deve estar ao lado da sua esposa lá em Minas Gerais. Hoje nos falamos pelos whatsApp e mandei uma mensagem pra ele com um vibrador cravado na buceta dizendo que senti a falta dele hoje. O safado logo retribuiu com uma foto do pau duro.

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.