Ensinando a vizinha novinha a mamar gostoso

Esse conto erótico aconteceu quando eu tinha 19 anos e morava em um cortiço com várias casas, em uma delas tinha uma menina bem safadinha, acho que tinha uns 17 anos por ai, vivia me encarando mas nunca tinha coragem de falar comigo.

Certo dia chequei do trabalho e vi ela saindo de casa com uma roupinha bem provocante, quando vi aquilo já fiquei doido de tesão, ela bem branquinha e baixinha, mas os peitos são bem grandes e uma bundinha arrebitada.

Cumprimentei ela dizendo que estava linda e que iria deixar os meninos doidinhos por ela, ela ri e diz que só quer saber de um e saiu dando um sorriso meio malicioso, pensei comigo, vou pegar essa menina.

Os dias foram passando e ela sempre passava por mim com uma roupa provocante quando chegava do trampo, já tinha decorado minha rotina e sempre me esperava na hora certa, um certo dia resolvi investi, como não sou um cara muito discreto já joguei a real em cima dela.

– Bia vc tá muito gostosa
– brigada. Disse sorrido pra mim
– Tem namoradinho?
– Não, não quero namorar esses meninos, são tudo tapados
– Gosta de um cara mais velho?
– Nunca fique com nenhum. Me aproximei da gata e ela recuou um pouco
– Agora vc vai ficar. Comecei beijando o pescoço dela, tentou sair mais não resistiu, segurei firme na cintura dela e beijei bem gostoso aquela boca, já tinha se entregado.

Levei ela para o corredor e começamos um amasso gostoso, a novinha sabia beijar bem, e meu pau já tava saindo da cueca de tão duro.

– Já viu um antes? Perguntei colocando a mão dela por cima da calça
– Não, como tá duro
– Quem manda ser gostosa. Tirei da cueca e a rola saltou pra fora
– Tá louco e se alguém ver a gente?
– Ninguem passa por aqui gatinha, pega um pouquinho pega.

A novinha pegou a minha rola e comecei a dizer o que ela devia fazer, primeiro ensinei a bater bem gostoso, como suas mãos era bem macias, quase gozei ali. Me surpreendi com o pedido dela de colocar na boca, ela aguachou e foi passando a língua,

– É bem rosinha a cabecinha. Disse rindo. Ensinei a passar a língua na base da minha rola, usando a saliva pra ficar bem molhadinha, pedi pra tomar cuidado com os dentes pra não machucar, e ensinei a fazer sucção pois eu adoro, mamava igual um bezerrinho a safadinha, sem avisar gozei no rostinho dela e na boquinha.

Enquanto éramos vizinhos ensinei muitas coisas pra ela e tivemos muitos momentos de prazer, quem sabe eu posto mais.

Abraços