Corno submisso e a morena realizada

Tudo começou em uma sala de bate papo Conversei com o casal Raquel e Carlos.
Raquel uma morena de cabelos longos pretos,32 anos,170 de altura, 60kg, bunda gg,peituda. Carlos moreno, 34 anos, 190 de altura, 90kg.
Raquel tinha a vontade de fazer o marido ser um corninho submisso. Marquei o encontro com o casal e fui até o ap deles.
Eu bco,180 altura, 32anos, 80 kg, 18cm de rola grossa.

 

Chegando lá Raquel me recebe só de camisola preta de renda, pude ver seus seios fartos lindos e sua bucetinha morena, lisinha e deliciosa. Entrei e mesmo com a porta aberta já fui beijando Raquel, afinal quem manda na casa é sempre o Ricardão e corno bom é o manso. Aquele os vizinhos sabem que ele é corno e ele finge que não sabe de nada.Nos beijamos gostoso e demos vários amassos com a porta aberta, Raquel no seu tesão abriu minha calça e colocou meu pau para fora, enquanto eu passava o dedo naquele rabinho gostoso e chupava seus peitos enormes. O tesão foi tanto que ela deu um gemido alto.Raquel pegou minha mão e fomos para sala de braços dados nos beijando como um casal de namorados. Chegando na sala estava Carlos,sem roupa, ajoelhado no meio da sala com as mãos algemadas para trás e aquela mordaça de bolinha. Cheguei e já fui falando: Boa noite sócio,hoje vou comer gostoso a minha morena safada.
Tirei minha roupa e pedi: Vem cá gostosa tira a cueca do seu macho. Raquel se ajoelhou, abaixou minha cueca e começou uma mamada gostosa. Aquela sabia como mamar um macho. Percebi que o pau de Carlos estava duro devia ter uns 13, 14 cm, fininho apesar da sua altura. Depois de mamar por uns 5 min falei: Vim com muito tesão sócio. Peguei minha cueca fui na direção de Carlos e falei sente o cheiro de tesão de macho. Carlos cheiro minha cueca e fazia barulhos abafados por causa da mordaça. Coloquei minha cueca em seu ombro e falei: Segura pra mim cornão, vou dar um trato na sua esposa. Coloque Raquel sentada no sofá e comecei a lamber sua bucetinha e a apertar seus biquinhos. Raquel se contorcia de tesão e gemia. Carlos tentava ver o que estava acontecendo. Após alguns minutos puxei Raquel pelas pernas mais para frente e as ergui,podendo ver também seu cuzinho delicioso piscando. Chamei Carlos e pedi para que ele ficasse ajoelhado ao meu lado me vendo chupar a bucetinha e o cuzinho de sua esposa. Ao mesmo tempo que Raquel gemia e se contorcia de prazer com as linguadas e chupadas em seu cuzinho e no seu grelinho, Carlos também gemia e tentava falar sem poder.Sentei no sofá mandei: Vem cá cachorra enfia meu pau na sua bucetinha e você fica de frente vendo o que ela gosta cornão. Raquel foi sentando devagar,era bem apertadinha,quando chegou no talo Raquel gritou e gemeu bastante.Ficou parada, eu abri suas pernas e Carlos teve aquela visão maravilhosa, outro pau envadindo a buceta de sua esposa. Nisso beijava Raquel e apertava seus biquinhos e brincava com seu grelinho enquanto ela se acostumava com meu cacete grosso naquela bucetinha apertada.Aos poucos Raquel começou um vai e vem gostoso me beijando, Carlos gemia de tesão vendo tudo aquilo. Meu pé estava levantado e pude sentir Carlos esfregando seu saco nó meu pé, esse era o unico consolo que ele tinha já que estava com suas mãos algemadas para trás.Comecei a bombar com força naquela bucetinha toda melada de tesão.Olhei nos olhos de Carlos e falei no ouvido de Raquel: Eu quero seu cuzinho cachorra. Raquel ficou em silêncio e Carlos balançava a sua cabeça fazendo sinal de não enquanto fazia barulhos tentando falar. Eu perguntei: O que foi safada vocé disse que esse cuzinho era só dele? Agora é meu também, levanta,senta na cabecinha dele devagarzinho. Raquel no seu tesão nem pensou em Carlos. Levantou e foi forçando aquele cuzinho moreno contra meu pau, ela gemia e reclamava que estava apertado que meu pau era muito grosso. Fiz Carlos se aproximar de mim e tirei a mordaça de sua boca e falei: Vamos lá sócio, deixa molhadinho para não machucar nossa gostosa. Carlos deu algumas cuspidas no cuzinho de Raquel e para minha surpresa Raquel fez Carlos dar uma boquetada na minha rola e foi falando para ele: Mama ele seu corno, você ta vendo o tamanho disso? Se eu tivesse isso em casa eu não reclamava agora mama ele seu corno.Raquel foi sentando aos poucos e delirando a cada cm que entrava em seu cuzinho. Carlos observava o tesão de sua mulher. Novamente com Raquel preparada abri suas pernas erguidas e mandei o corno saborear a buceta arrombada da esposa enquanto eu fudia o rabinho de Raquel. Carlos mais safado ainda aproveitou que meu pé ainda estava para o alto e começou a se esfregar novamente, mas dessa vez ele esfregava seu cuzinho no meu dedão, consegui sentir seu anelzinho quente forçando contra meu dedo e querendo ser invadido.A cada estocada Raquel se contorcia e gritava de tesão feito uma cadela no cio. Comecei a massagear o grelo carnudo de Raquel bem rápido e a apertar seus peitos com vontade beliscando seus biquinhos marrons. Raquel gozou gritando, tremendo e se contorcendo de tesão com meu pau no seu cuzinho. Raquel exausta, se virou de lado no sofá e foi tirando aos poucos meu pau de dentro de seu cuzinho, Carlos me olhava fixo lambendo os labios com tesão. Raquel me pediu para gozar em seus peitos. Nisso como percebi do que o corninho gostava disse. Agora solta meu sócio que ele vai me ajudar na punheta. Raquel soltou Carlos e ele começou a me punhetar com tesão punhetava e massagiava meu saco e Raquel punhetava Carlos. Não consegui me conter, comecei a passar a mão nas bolas de Carlos e tentava achar seu cuzinho com o dedo.Como estavamos sentados a posição não ajudou muito e eu só conseguia tocar a entradinha de leve do cuzinho daquele corninho safado com meu dedo. Não demorou muito gozamos muito, Raquel tomou um senhor banho de porra. Seu rosto e seus peitos ficarão cobertos de porra. Raquel estava realizada na sua fantasia, mas agora Carlos o corno tinha uma nova fantasia para colocar em prática.
Se quiserem saber o que aconteceu depois com o Carlos deixem seus comentários que eu conto.

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.