Uma noite com muito sexo

Meu nome é Aline e essa história se passa quando eu tinha 26 anos. Na época, eu fazia alguns programas e vou contar sobre o que aconteceu em um deles.

Eu recebi um telefonema de um rapaz que queria fazer um programinha comigo (vou chama-lo de Paulo). Ele tinha conseguido meu telefone através de outro cliente meu e disse que eu fui bem recomendada. O cara parecia ser um sujeito legal e eu topei. Ele falou para eu ir até o apartamento dele, naquela hora mesmo.

Eu cheguei no lugar e bati na porta. O cara que atendeu era o mesmo que falou comigo pelo telefone. Ele era bonito, tinha uns 30 anos e um corpo bem legal. Ele foi logo me beijando na boca e apertando minha bunda.

Sexshop

Logo que eu entrei no apartamento, vi outro cara sentado no sofá e beijando uma moça. O cara estava sem camisa e a moça só de calcinha. Ela olhou pra mim, sorriu e disse “oi”. O Paulo me disse que ela também era garota de programa.

O outro rapaz (vou chama-lo pelo nome fictício de Jorge) também era bonito e devia ter mais ou menos a mesma idade do Paulo. A moça (que vou chamar de Natalia) era loira, magra, tinha a bunda grande e os seios médios. Acho que era um pouco mais nova que eu.

O Paulo me levou para o quarto e nós começamos a transar. Ele meteu na frente e atrás. Depois, ele me levou para a sala e trocou de garota. Então, foi a vez do Jorge me comer, mas só pela boceta.

Nós quatro estávamos ali na sala, todos nus. E então, o Jorge disse:
– Que tal se chamássemos uns amigos nossos, que chegaram da Rússia, para virem aqui se divertir com a gente? É claro que vocês serão muito bem recompensadas…
– Quem são eles? – Eu perguntei.
– São três amigos nossos…
– Três? – Disse Natalia, meio assustada.

O Paulo explicou:
– Sim. São três russos que vieram pra cá pra negociar a compra de algumas empresas. E nós estamos cuidando da negociação. Eles são bem mais velhos que nós, mas são carinhosos e muito ricos! E eles estão solitários em um hotel aqui perto.

Ele entrou no quarto e saiu com um maço de notas. Ele pegou algumas delas e disse:
– Isso é o que vocês vão receber até agora, como o combinado.
Depois, ele pegou o resto do monte, dividiu em dois e disse:
– Isso é o que vocês receberão se toparem o que eu disse. È bem mais do que vocês já ganharam hoje. Que tal? Posso chamar nossos amigos?

Eu olhei pra Natalia e ela concordou.

Uma hora depois, os três russos chegaram. Eram três coroas com mais de sessenta anos. Um deles era gordo e baixinho. Outro também era gordo, mas alto. E o terceiro era bem magro e alto.

Eles beberam um pouco e logo ficaram pelados! Eu e a Natalia tínhamos colocado um roupão e tiramos. O baixinho foi comer a Natalia, enquanto os outros dois me agarraram. Um deles veio comer minha boceta enquanto o outro fazia um anal e apertava minha bunda com força. Depois, eles mandaram que nós chupássemos os três perus. No fim, o cara que tinha comido a Natalia foi me foder também.

Os três acabaram dormindo. Paulo e Jorge nos deram o dinheiro combinado e nós saímos dali rapidinho, com as bundas doendo, as tetas mordidas, as costas arranhadas e as bocetas ardendo. Mas, pensando no dinheiro, acho que valeu a pena!

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.