Um furacão de coroa

Bem amigos, o meu nome é Marcos e vou contar a vcs uma experiência bem interessante que vivi a 5 meses atrás. Trabalho aqui no Esp. Santo em uma empresa de limpeza industrial que fica próximo a um conjunto de quitinetes e percebi que havia uma inquilina diferente: “Sônia” !! Uma morena clara de cabelos curtos, 49 anos, aproximadamente 1,75 de altura com seios médios mas apesar de ser relativamente magra, tinha um traseiro grande e muito redondinho. Ela estava saindo para trabalhar e vi toda aquela formosura dentro de uma calça jeans muito apertada e uma camisa de botão com emblema de uma empresa local. Eu a olhei fixamente mas ela abaixou os olhos e acelerou o passo.

 

No dia seguinte, nos vimos novamente e desta vez, para a minha surpresa, ela sorriu e me deu um bom dia. Rapidamente a cumprimente e estendi propositalmente com um “tudo bom?”ela respondeu que sim e novamente acelerou o passo. Mas como íamos em direções opostas, decidi deixar ela andar um pouco e depois olhar para ver a reação dela, e para a minha surpresa, ela estava olhando para traz, e virou rapidamente. Consegui ver com clareza aquere rebolado delicioso dentro da calça apertada do uniforme dela fugindo apressadamente dos meus olhos de predador. Aquilo me deixou cheio de tesão. Quando cheguei do trabalho, bati uma em homenagem da Sônia.
Alguns dias se passaram, e não a vi mais, mas temi que ela tivesse se mudado, apezar de ter apenas duas semanas que ela havia chegado ao bairro. Mas foi isso que aconteceu: ela se mudou para uma rua depois e descobri por acaso, quando em uma folga fui a padaria e a encontrei voltando da academia com uma roupinha apertadíssima que me deixou louco e tomei o atrevimento de me achegar a ela e conversar.
– Bom dia, vc mudou de bairro? Disse eu e ela respondeu: não meu anjo, não mudei, apenas mudei de rua porque meu filho havia se desentendido com um morador mas nós, e especialmente gostei muito do bairro! Entendi a deixa dela e perguntei o seu nome o que ela fazia e descobri que era separada, que ela era tec. De departamento pessoal e que morava com um filho de 26 anos. Mas percebi também que ela era bem tímida e que isso poderia me atrapalhar em minha ânsia de realizar meus desejos naquele corpo delicioso. Então me despedi e disse: Não some não minha linda, é tão bom acordar e ir trabalhar vendo as coisas mais belas dessa vida…. ela então abaixou a cabeça de vergonha e sem dizer nada foi se afastando, e eu pensei: perdi.
O interessante é que meu bairro aqui não tem supermercado e tudo que temos que comprar temos que andar um bom pedaço e eu voltando do trabalho, vi Sônia com um monte de bolsas pesadas voltando para casa. Rapidamente parei o carro e a chamei e ela tímida relutou um pouco mas acabou aceitando a carona. Como eu estav com o carro da empresa, apelei pro seu coração a dizer que eu estava me arriscando por ela, pois se eu fosse pego levando alguém que não é do meu trablho poderia sofrer punições. Ela me pediu desculpas, mas não deixei ela nem terminar e disse que meu coração dizia que ela valia apena se arrircar. Ela fechou a cara e disse que eu não deveria estar dizendo isso para ela, pois eu era casado. Disse a ela que me casório ainda não tinha acabado pois eu e minha esposa havíamos combinado de não nos separar antes do meu filho se formar. Ela ficou visivelmente desconfiada, mas aceitou.
Ao chegarmos em sua casa, que ficava no teceiro andar, me ofereci para levar as compras e ela disse não. Como pensei que eu já a tinha perdido, pensei: vou arriscar a ultima tentativa. Segurei firme na mão dela que estava com as sacolas mais pesadas e disse: Não acredito que depois de ter me arriscado por vc, vc não vai me deixar pelo menos te ajudar……ela então meio que sem opção me deixou entrar. Ao entrar ela disse para não reparar mas eu disse que com a beleza dela não perderia tempo olhando outras coisas. Novamente ela baixou a cabeça e eu me aproximei, levantei o seu queixo e disse que acreditasse que ela é linda e lhe dei um beijo curto e rápido. Ela segurou a minha cintura então comecei a beijá-la com mais intensidade e a morder o seu pescoço e ela dizia para para pois não estva certo aquilo e quando eu mordia a sua orelha, ela dava umas abaixadinhas, até que ela virou de costas para mim, como se estivesse tentando impedir os meus ataques, mas deixando seu corpo juntinho, mostrando que estava gostando muito. Quando aquela bunda emcaixou no meu pau duro, pressonei o quadril dela e ela suspirou e se apavorou, pois percebeu que estava entregue aos meus carinhos, passei a mão na sua xoxota por cima da roupa mesmo e ela segurava a minha mão mas sem forças para impedir meus ataques. Levei uma das mãos aos seis seios e estavam pontiagudos de forma maravilhosa, então a virei com força para mim novamente e a beijei apertando a sua bunda com força e comecei a mamar naqueles seios…..hummm que maravilha de seios que essa coroa tem…. e ela passava a mão na minha cabeça desesperadamente sem meio saber o que fazer. Ela estava entregue, mas não parava de pedir para parar, mas nada fazia para impedir. Eu sabia que se a colocasse para me chupar, ela poderia retroceder, então a coloquei sobre a mesa de jantar e fui abrindo a sua calça, ela arregalou os olhos mas mesmo assim abri e vi uma calcinha branquinha toda molhadinha e com medo dela desistir, puxei calcinha, calça tudo junto. Ela, dizendo não, levantou as perdas e deitou na mesa e vi aquela xoxota toda raspadinha e comecei a chupar com gosto e foi ai que a Sônia se transformou: parou de dizer “Nãos” e começou a gemer alto e pressionar a minha cabeça contra a sua xoxota…. que loucura….ela começou a gritar dizendo que ia gozar e soltou um urro forte….que maravilha de gozada da Sonia! Aquilo me deixou com mais tezão ainda: abri as suas pernas amolecidas pelo gozo e coloquei bem devagarzinho, pois pela gozada dava pra ver que tinha um tempinho que ela não via pica. Quando coloquei apenas a cabecinha ela fechou os olhos e disse: me come gostoso meu macho. Então dei umas 5 metidas bem devagar para ela se acostomar e comecei a bom bar com força e ela gritanto: Vai mete. Vai isso!!!
Depois de uns 10 minutos, ela começou a gritar, vou gozar, vou gozar e novamente soltou um urro gozando…..que loucura….abaixei sobre ela na mesa e disse que agora era a minha vez de gozar e tirei me pau de dentro da xama maravilhosa a levantei e a debrucei sobre a mesa e ela olhou para traz e disse: O que vc vai fazer? E eu sem falar nada encostei a cabeça do meu pau no cuzinho dela. Ela gritou não e me deu um soco na minha sintura, mas como ela estava de costas, foi fraco, e eu já estava a segurar a sua cintura, consegui botar a metade, mas ela lutava para se devinsilhar e consegui dar umas 4 estocas e ela mandando eu parar e por fim ela conseguiu sair, puta de raiva, me xingou de filho dp e eu a empurrei no sofá e falei: vc já gozou duas vezes. Eu quero gozar agora! E ela se transformou em uma mulher calma e começou a me punhetar até eu gozar, mas não mamou no meu pau. Esse fou meu primeiro emcontro com Sonia, mas eu estou com ela até hoe e vou contar pra vcs como que conseguir cmer seu cuzinho….

Sexo por Telefone
Tags:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.