Sexo com casada safada no parque

Me chamo Vagner, sou separado e moro sozinho. Adoro sexo.
Essa transa aconteceu na sexta feira dia 08 de dezembro de 2017. Foi uma delicia apesar de ser rapidinho. A algum tempo troquei telefone com uma morena(Angela) em uma sala do UOL, que por coincidência ela mora em bairro vizinho do meu aqui em Santo André, passamos a trocar mensagens até que um dia marcamos um encontro em uma rua discreta ao lado de uma igreja no meu bairro. Cheguei no horário marcado e ela ja estava lá me esperando. Entrei no carro dela e conversamos um pouco e resolvemos ir em um barzinho tomar alguma coisa. Achamos melhor ir com o meu carro ja que ela disse ser casada com um oficial de justiça e que seu carro era muito conhecido. O fato dela ser casada aumentou meu tesão, pois, adoro mulheres casadas. Fomos até um barzinho em outro bairro e tomamos uma cerveja, conversamos um pouco e logo dei um beijo na boca dela, e ela correspondeu. Falei pra gente ir para o carro que eu queria dar um beijo bem caliente nela e ela aceitou. Paguei a conta e fomos para o carro, entramos e ja nos atracamos num beijo com pegada e minhas maos ja foram parar nos seios dela, e ela claro que nao fez objeção nenhuma. Era no final da tarde e a convidei para irmos a um parque proximo de onde estávamos, o parque chama-se Parque Central. É um parque grande com muito verde, muito bom pra andar de maos dadas, namorar e se for criativo da até pra transar ao ar livre, que é uma delicia. Ja estava quase na hora do parque fechar, por isso tinha poucas pessoas andando por lá, sentamos em banco desses de cimento e começamos a namorar, beijos na boca, lingua na orelha, e eu as vezes dava umas passadas de maos discretamente no seios dela.

, apertava os bicos dos seios e notei que eles cresciam, e meu pau tbm crescia junto com os bicos do seios dela, ela percebeu e as vezes pegava na minha rola enquanto nos beijavamos. O tesão foi aumentando e certa hora olhei para os lados e nao vi ninguem por perto e tirei um dos seios dela e caí de boca sugando os mamilos com força e vontade e ela dava gemidos baixinhos de tesão. Ja passava das sete horas da noite, estava escurecendo e proximo de onde estavamos tem uma escada que leva a um campo de futebol numa parte alta do parque, onde ninguém tem visão do local, fomos para lá e pra nossa alegria nao tinha ninguem la, sentamos em um banco de cimento desses sem encosto, um de frente para o outro e começamos a nos beija novamente com beijos caliente e com muito tesão, lingua na orelha de novo e palavras picantes no ouvido. Logo eu ja estava xupando os seios dela, os dois seios pra fora e eu mamando gostoso neles e ela gemendo de tesão. Certa hora ela me empurrou me deitando no banco e disse que ela tbm queria xupar e abriu minha calça e tirou meu pau pra fora e caiu de boca, nossa!!!! que delicia de xupada, que gulosa ela estava, parecia que fazia anos que ela nao colocava uma rola boca. Depois de um tempo ela xupando meu pau ela beijou minha boca e senti até a baba que saia do meu pau na boca dela, e claro que ja apertei a bunda gostosa dela, e fui me levantando até ficarmos em pé, assim eu poderia abrir o ziper da calça dela e sentir sua bucetinha gostosa, quando passei o dedo na xaninha notei ela toda meladinha e meu dedo entrou rapidinho dentro da sua bucetinha melada. Beijava a boca dela e brincava na bucetinha gostosa e falava na orelha dela que queria meter meu pau dentro dela e enfiava a lingua na orelha dela e ela ser arrepiava toda. Ela voltou a me xupar, dessa vez eu estava em pé e ela sentada no banco e mamava feito uma bezerra. Derrepente ela se levantou e me puxou pelo pau pra perto de uma parede que tem separando uma parte do campo. Abaixou a calça até o joelho e virou de bunda pra mim e pediu pra eu comer ela por traz. Eu atendi seu pedido, abaixei muinhas calça até os pes e fui por baixo passando a rola dura em seu rego até que encontrei sua buceta encharcada de tesáo, onde soquei tudo de uma só vez e ela gemeu gostoso, que delicia de buceta, meu pau deslizava suavemente pra dentro daquela buceta sedenta por uma rola dura. Bombei muito aquela mulher casada de pele morena, ela dava gemidos a cada bombada. Eu puxava ela pelos cabelos enquanto metia, apertava os seios enquanto meu pau entrava e saia dela, Falava no ouvido dela que ela era uma delicia, que queria comer ela mais vezes, e que queria sentir ela gozando na minha pica. Não demorou muito e senti ela relaxando o corpo a medida que seu gozo lambuzava meu pau, nessa hora aumentei as estocadas e acabei gozando dentro dela, gemi baixinho no ouvido dela que eu estava gozando. Apesar do local, essa transa foi uma delicia. Nos recompomos e saímos do local, quando chegamos na portaria o parque ja estava fechado e o segurança teve que abrir o portão pra gente sair. É claro que disfarçamos pra eles nao perceberem que estavamos trepando la dentro do parque. Fomos embora e marcamos de nos ver novamente, porém eu disse que na proxima vez quero ela em uma deliciosa cama de motel.

Espero que tenham gostado.

Meu email pra contato: vagner51abc@hotmail.com

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *