Seduzi meu melhor amigo na loja de Lingerie

Na minha infância brincávamos muito na rua de casa entre amigos e logo se mudou uma família nova pra lá, era um casal e tinha um filho que era um ano mais novo do que eu, sei disso porque ele logo se enturmou com todo mundo, e por coincidência estudamos juntos, mesmo ele sendo mais novo, ele era bem aqueles alunos cdf. O tempo foi passando, fomos nos tornando cada vez mais amigos. Claro que fomos mudando com o tempo, comecei a namorar uns carinhas, não durava muito, pois eu era muito sapeca e eles não davam conta de mim e logo ficava solteira de novo, e sempre contei tudo pro Augusto, que era meu melhor amigo já. Ele diferente de mim era mais na dele e namorou uma menina longos anos, desde a escola, até que terminaram.

LibidGel

Nunca nutrimos nenhum outro sentimento um pelo outro, além de uma amizade, mas tudo estava prestes a mudar. Certo dia marcamos com outros amigos de ir pra casa dele fazer uma noite de jogos e pizza. Estávamos nos divertindo bastante e nisso notei que o Augusto e outra menina haviam sumido, mas já estavam todos se espalhando, alguns na sala, outros ainda jogando. Me levantei com a desculpa de ir no banheiro, e fui procurar os dois, fui andando até chegar ao quarto dele, ouvi alguns barulhos e pra ter certeza dei uma leve abrida na porta e vejo ela de joelhos chupando o Augusto, me impressionei com o tamanho do pau dele, mau cabia todo na boca dela, que se esforçava pra o engolir todo, confesso que aquilo me deu tesão e me fez pensar em meu melhor amigo numa forma diferente.

Voltei pra sala, já estava tarde, logo também os dois retornaram, ela toda sorridente, com vestígios de porra na boca, todos nos dispedimos e foram cada um pra sua casa. Entrei pra tomar um banho e minha calcinha estava encharcada de tanto tesão, bati uma siririca pensando numa forma de ter aquele pau grande pra mim.
No outro dia chamei o Augusto para irmos no shopping, ele como sempre se prontificou. Ficamos passando de loja em loja até chegarmos numa de lingerie, claro que entrei, notei que ele estava meio envergonhado, e ficou num cantinho enquanto a vendedora me mostrava algumas peças, fui pra parte das lingeries mais sexys e chamei o Augusto pra saber a opinião dele, ele todo sem graça sempre dizendo que era muito linda, a vendedora disse:
– Viu te mostrar uma que seu namorado vai amar ver você vestida.

Sexshop

Ele sem reação diante da situação, gaguejando disse que eramos somente amigos, e parecia que até a vendedora sabia da minha vontade de dar pra ele e disse:
– Que pena então, que um mulherão desses numa lingerie bem sexy não é de se dispensar.
Ela foi então buscar e voltou com duas peças, uma era uma camisola preta toda de renda, curta, com uma calcinha fio dental e uma persex, ele ficou boquiaberto quando viu, espero que ele tenha me imaginado nela, e mostrou outro conjunto preto, calcinha e sutiã com uma cinta liga e uma meia calça, não tive dúvidas comprei logo as duas, queria ver se com aquela lingerie ele não ia me querer.

A noite meus pais resolveram sair pra comemorar o aniversário de casamento deles, quase uma tradição, ou seja eu teria a casa livre. O convidei para dormir lá em casa como de costume às vezes, mas dessa vez eu estava mal intencionada. Tomei um banho e coloquei a camisola e a calcinha e desci, ele já estava me esperando na sala, em seu rosto vi um esboço de um “uau”, fui descendo as escadas lentamente pra dar uma sensualizada. Sentei no sofá com ele, começamos a conversar sobre o dia, sobre como as coisas estavam, tudo que acostumavamos fazer. Fui direto ao ponto e disse que tinha visto na outra noite ele e a menina, ele então me contou que desde que tinha terminado o namoro os dois trocavam mensagens e aproveitaram o momento, e que estava a muito tempo sem sexo, mas que naquela noite só tinha acontecido o boquete. Depois disso o silêncio dominou, somente a tv falando.

Augusto então quebrou o silêncio dizendo que estava com dores nas costas, e esse era meu gancho, me ofereci pra fazer uma massagem, ele não recusou, desliguei a tv e o chamei para meu quarto, e subi primeiro pra provocar ele logo atrás vendo minha bunda a mostra engolindo aquela calcinha. Chegamos no meu quarto, ele tirou sua blusa, peguei um óleo pra massagem e joguei em suas costas, me sentei na sua bunda, roçando minha pepeka, e comecei a massagem, ele estava adorando, comecei no pescoço, ele logo se arrepiou, e fui descendo, a medida que eu descia minha pepeka até suas pernas, dava pra sentir que estava molhada. Terminei e ele se virou, seu pau estava torando de duro, me joguei em cima dele, esfregando bem gostoso nele, que olhava pra mim, logo meu fogo estava tão alto que o beijei bem gostoso e molhado, ele esboçou sair mas deixou rolar e fui beijando seu corpo, tirando sua bermuda e sua cueca, seu pau estava bem duro e babando, segurei firme e lambi ele todo, engolindo no fim, era grosso e

gostoso, chupei muito aquele caralho, engoli suas bolas enquanto batia uma punheta pra ele, voltei a chupar até ele encher minha boca com seu leite quente que engoli tudinho, já havia bebido muitos mas o dele era bem mais gostoso, um pouco adocicado, olhei pra ele, e ele estava morrendo de tesão e eu queria ele dentro de mim, mas como sou uma menina má o vesti de novo e deitamos um do lado do outro, por mais que tenha sido gostoso foi um pouco diferente afinal éramos amigos, mas aquilo não acabaria ali, já estava arquitetando os próximos passos…

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.