Provocando meus primos até eles não aguentarem

Sempre gostei de andar pelada. Sim, desde nova minha mãe ficava correndo atrás de mim e falando: “Filha, põe uma roupa, os vizinhos vão ver você pelada”. Eu não me importava, cresci assim e sempre fui assim, e sempre serei assim.
Sempre saía do banho numa toalha e quando entrava no meu quarto, deixava a toalha cair e ficava ali passando creme no corpo sabendo que os vizinhos do prédio ali ao lado poderiam estar olhando. Eu sempre flagrava dois ou três homens me admirando pela janela, babando no meu corpinho, às vezes eu deixava minha buceta peludinha para eles verem bem a penugem negra, às vezes eu raspava minha bucetinha para eles admirarem meu grelo. Não foram poucas as vezes em que eu toquei uma siririca deitada na minha cama enquanto eles admiravam o meu momento de prazer íntimo.

Sexshop

Até hoje, mesmo passando dos 30 anos, ainda sou assim. Sempre que surge a oportunidade, eu exibo o meu corpinho nu para homens em diversas ocasiões.
Lembro-me porém de um momento muito especial, a primeira vez em que fiquei peladinha na frente de outros homens. Eu tinha meus 15 ou 16, e estava passando as festas de fim de ano no sítio de uma tia minha. Nesse sítio também estavam dois primos meus e uma outra prima, todos na mesma faixa de idade.
Esse sítio, apesar de não ser luxuoso, era bem confortável. Tínhamos piscina, campinho de futebol, uma casa com vários suítes. Certo dia, estávamos todos nós na piscina, os mais jovens, e ficávamos naquela brincadeira de um subir nas costas dos outros e brincar de lutinha. Nessas brincadeiras, sempre sobrava uma mãozinha no peito, uma passada de mão na bunda ou uma pegadinha no pinto dos meus primos. Estávamos já alguns dias nesse clima de sacanagem, quando certa vez, após sairmos da piscina, eu fui tomar banho e esqueci de levar minha roupa, levei só a toalha.
Saí do banheiro enrolada na toalha, e fui para o quarto que estava hospedada, que era o quarto de minha prima. Meus primos dormiam em outro quarto. Entrei no quarto enrolado na toalha já quase ficando pelada, quando notei que meus primos estavam ali naquele quarto assistindo televisão. Minha prima não estava, acho que ela ainda estava na piscina. Meus primos deram risada e falaram: “Deixa cair a toalha vai, deixa cair”. Eu falei para eles: “Vocês querem me ver pelada né, safadinhos”. Tranquei a porta o me virei para eles. Então abri a toalha e fiquei ali dançando com uma música imaginária, uma dança sensual até deixar cair minha toalha no chão, apoiar as mãos nos meus joelhos e ficar dançando como se tivesse na boquinha da garrafa. Meus primos enlouqueceram. Simplesmente começaram babar, me olhando ali peladinha na frente deles rebolando e dançando.
Um dos meus primos foi mais ousado e tirou a piroca para fora da bermuda. Ficou ali apertando ela quase que se masturbando. Eu já estava completamente molhadinha com a sensação de dançar peladinha na frente deles enquanto um dos meus primos apertava sua rola. Nesse momento eu não queria mais nada, só ser penetrada por um deles. Então me deitei na cama abri as pernas e perguntei qual dos dois iria me dar uma chupada gostosa. Um deles imediatamente pulou em cima da cama e começou a me lamber. Deu para notar que ele não tinha muita experiência, mal sabia que tinha que concentrar a ponta da linguinha no meu grelo. Puxei ele pelos cabelos e falei: “Chupa aqui nesse botãozinho rosa, fica passando a linguinha nele”. Então ele começou a fazer mais delicadamente ao mesmo tempo passando a língua com força e isso me fez gozar em menos de 10 minutos. Meu outro primo já estava lambuzado de esperma quando notei, ele já tinha gozado e o pinto já estava até murcho. Então falei para esse outro meu primo que tinha me chupado para enfiar o pinto na minha buceta. Ele tirou a bermuda então e começou a me penetrar, foi uma delícia. Eu já tinha transado antes algumas vezes até com homens mais velhos mas a sensação de ser penetrada ali por um primo meu e sendo observado por outro foi indescritível. Ele, no afã de sua juventude, gozou rapidamente dentro da minha xoxota. Depois foi a vez do meu outro primo, após um leve boquete meu, recuperar a energia, ficar de pau duro e me penetrar. Meu primo que me chupou me falou depois que tinha sido a primeira vez dele. Continuamos ali por mais alguns dias sempre brincando entre nós quatro. Minha outra prima eram meio recatada e não participava muito, mas eu e meus dois primos sempre quando podíamos estávamos ali ou na piscina ou no mato ou no quarto sempre brincando. Cansei de pagar boquete para eles nos dias que a gente ficou ali até irmos embora. Foi um fim de ano fantástico para mim e nunca mais esquecerei.

Disk Sexo
Sexo por Telefone

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.