Minha prima me forçou a transar com ela

Isso ocorreu em novembro do ano passado. Eu com 19 anos e minha prima com 14. Tinha um bom relacionamento familiarizado com ela. Eu tinha minha galera e ela a sua, morávamos na mesma rua. De modo algum percebi ela como mulher, era bastante jovem e da família, não ia ficar bem pra nós. Até um aniversário de uma amante nossa. Eu e 2 colegas meus fomos até a casa da prima para irmos acompanhados a afago. No momento em que ela apareceu com uma sainha tão curta, meus colegas logo comentaram coisas maliciosas dela, fiquei aborrecido, porém eles tinham qualquer justificativa nos comentários. No momento em que colocaram músicas lentas meus colegas queriam afrouxar com ela e xavecar ela. Tinha diversas gatinha para afrouxar, porém pra ajudar ela dos meus colegas dancei aproximadamente todas com ela. Porém tive que deixar eles dançarem com ela similarmente. Aparecia de babá dela, suas amigas riam para nós e dançamos com elas similarmente. Foi tudo bem e resolvemos ir pra casa, nos despedimos de todos e fomos, a chuvinha que aparecia caindo era fininha, porém engrossou, Tivemos que buscar um aba até a abundância mudar. Entramos em baixo de uma marquise de chegada de um bloco escuro, nos encostamos para a abundância não nos assistir. Minha prima começou a me abordar que um dos meus colegas queria levar ela da afago para abordar. Aqui meu pau deu um pulinho de atração, tentei abandonar para ela não reparar, ela veio de abalroamento ao meu pau com sua assento, arrisquei a sorte, esperei ela não perceber. No momento em que ela me dúvida “o que é isto essencial?” Me fazendo de desentendido, pergunto “isto o que?” Ela deu uma bundada de rápido no meu pau, querendo me mostrar que tinha uma coisa dura encostada em sua assento. Segurei ela pela cerca e pedi para ela acabar visto que aparecia bastante complicado de eu me moderar. Ela aparecia curtindo com minha cara e rebolava no meu pau também mais. Arrisquei minhas mãos nas suas coxas, o gemidinho dela foi o demonstração que ela aparecia gostando. Fiz ela resistir sua sainha levantada, tirei o pau pra fora e fiquei passando em sua bundinha. Enganchei os dedos ao lado da calcinha e fui baixando aos poucos e ela permitindo tudo. Calcinha arriada até seus membro, fui curvando suas costas e meu pau encaixando na bucetinha dela, o pau entrou a meio e a outra meio ela mesmos tirou abacaxi de acicatar pra dentro, após socar bom gozei dentro dela. Nos vestimos e seguimos até em casa. No caminho disse que achava que ela era cabaço também, e ela disse que tinha abalado a virgindade com 13 anos com um namoradinho da academia. Que aparecia tempos sem fazer sexo. Transei bastante com ela, e passei a utilizar camisa-de-vênus pra não conceber ela.

 
Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.