Meu marido liberou até meu cuzinho…

Depois que prometi dar o cuzinho para o João, ele não saiu do meu pé a tarde, me agarrou, me chupou, me falou um monte de besteiras no ouvido, e eu curtindo tudo aquilo, estava me achando uma rainha com aquele macho me assediando, mas falei pra ele que só quando ele pedisse pro meu marido ele comer minha bundinha.
Meu marido demorou pra chegar, e eu já não aguentava mais de vontade de dar, quando chegou foi direto tomar banho, ao sair já foi me agarrando, mas não deixei, falei para os dois me esperarem na sala, me vesti como uma puta, com um fio dental branco, sem soutien, minissaia de verniz e uma camiseta cortada como se fosse um top.
Levei os dois para o quarto, botei os dois na cama subi em cima da cama, rebolei um pouco, me fiz de fresca, erguia e baixei a blusa e a sainha, então chamei eles pra tirarem a minha roupa, veio meu marido pela frente e o João por trás, fui amassada e chupada, ai que delicia estar no meio de dois homens me acariciando, tiram toda minha roupa, fiquei só com meu salto alto, ajoelharam e começaram a me chupar, abri um pouco as pernas, era uma língua na minha bucetinha e a outra no meio da minha bundinha, fui às nuvens, depois ficaram em pé e eu abaixei pra chupar.
Me acabei chupando aqueles dois paus, mamei muito eles dois, dai, coloquei meu maridinho deitado na cama e fui sentando com meu cuzinho na sua rola até entrar tudinho e abri as pernas pro João que meteu sem muita cerimônia, socou com força, cruzei as pernas na cintura dele, sentia seu pau lá no fundo da minha buceta, não demorou muito meu amor gozou no meu cu, urrava como um animal, fiquei quietinha sentindo ele esporrar dentro de mim até que ele parou, pisquei pro João que entendeu e já disse que queria gozar nesse cuzinho também.
Ai eu disse que ele era exclusivo do meu marido, que só ele podia comer, ou quem ele desse permissão, ele ficou se achando, o João ficou Apreensivo, mas meu amor disse que se eu quisesse ele deixava, o João tirou o pau da minha buceta, eu levantei e virei pra ele dizendo que estava louca pra levar aquele pau na bundinha, mas só se ele deixasse, e ele repetiu que deixava.
levantei ele pela mão, abracei bem gostoso e falei no ouvido dele ” arruma a sua biscatinha pra dar o cuzinho para aquele cacetão ali!”, ele me colocou de quatro na beiradinha da cama, abriu um pouco as minhas pernas e passou óleo na minha bundinha toda e enfiou bem no meu cuzinho bem no capricho, o João passou no pau dele, encostou a cabeça bem na portinha e foi fazendo força, a cabecinha entrou, a dor já foi grande, ele esperou um pouquinho e continuou a enfiar, foi entrando devagarinho, a dor foi aumentando, meu cu foi se abrindo, eu gemia forte, estava quase chorando, ele perguntou se queria que eu parasse, eu disse que não, e ele foi enfiando até entrar toda, ai começou a fazer um movimento leve, a dor foi diminuindo, o movimento foi aumentando e eu comecei a gozar.
Eu já tinha tidos uns três orgasmos, ele botou um travesseiro embaixo de mim e me fez deitar, sem tirar de dentro veio por cima e começou a fazer movimentos mais fortes, eu gozava como nunca, o João me encheu de porra novamente, sentia seu leitinho quente me inundar toda e meu maridinho só fotografando tudo(no final vou por uma das fotos)ele estava urrando de prazer na minha bundinha, depois ficou um tempão deitado em cima de mim como se não quisesse tirar o pau de dentro, quando ele saiu meu marido já enfiou a rola sem dar tempo pra nada e logo já me deu mais leitinho, deitou do meu lado o João doutro, peguei no sono, acordei de manhã no meio dos dois, dormi agarradinha com eles, de conchinha com o João, acho que virei uma biscate mesmo.

Sexshop
Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.