Me transformei num corno na empresa

Bem o que vou contar e uma historia verídica aconteceu na empresa que eu trabalho, fui transferido para a oficina de manutenção da empresa, e comecei a trabalhar com o Mecânico o Manoel, gente boa, um mulato, forte, eu não sei o que estava acontecendo comigo, mais todos os dias que iriamos tomar banho eu ficava exitado com ele, também ele tem uma rola enorme, grande e muito grossa, roxa, cheia de veias, nossa eu ficava exitado, eu sou casado mais não sei o que estava acontecendo, acho ate que ele percebeu alguma coisa, eu tenho o pau pequeno quando dura 14 cm, quando mole some, tenho ate vergonha, e sempre ficava de costa para ele e modesta parte eu tenho uma bunda bonita.

Em casa na cama com minha mulher acabei comentando com ela, sobre o Manoel, e brinquei quando vamos tomar banho tenho ate medo meu cu nem abre, ela perguntou porque, o Manoel tem uma rola enorme, grossa, cabeçuda, segundo ele tem 23 cm por 10 cm, e ela ficou indagando mais sobre o assunto, perguntou se ele era casado, eu disse que sim, ela falou a mulher dele deve estar acostumada, eu comentei que o Manoel havia falado que ele só transa com ela uma vez por semana, ela não aguenta muito a rola dele, e que ele fica numa seca, ela respondeu e está vendo Deus dá a faca para quem não sabe cortar, ela perguntou ele deve ter alguma mulher para descarregar, eu disse eu acho que não ele e muito caseiro, e do serviço para casa e de casa para o serviço, e no serviço só tem homem,

Ai virou rotina todas as noites falar do Manoel, ela pergunta se eu vi a rola dele, pergunta se ele nunca ficou de rola dura, eu respondi que dura dura não, já vi meia bola, e neste clima a gente acaba transando e ela começou a dizer e me humilhar vai coloca este salário minimo ai vai, eu ate me sinto humilhado, começo também a dizer coisas, do tipo e sua vagabunda esta doidinha para ser arrombada pelo Manoel, se ele meter nesta bunda ele te arromba todinha, você vai ficar uma semana sem sentar, e assim a gente goza.

A conversa estava crescendo, ela um dia disse eu gostaria de poder experimentar o Manoel, você teria coragem de deixar, eu respondi e uma coisa difícil, ele não sai e do serviço para casa , e vise versa, e eu não tenho coragem de falar nada a ele, mais ela estava insistindo com esta pergunta, eu respondi não sei, vou pensar.

Um dia no vestiário eu falei para o Manoel, que tinha comentado com minha mulher sobre o tamanho da rola dele, ele perguntou o que, eu disse que falei a ela sobre o tamanho, e que ela perguntou se eu já tinha visto ela dura, eu disse a ela que não só mole mesmo, e o que mais ela perguntou sobre mim, e varias coisas, e notei que ele ficou exitado, com a conversa, a rola estava crescendo, ele disse e sua mulher e muito bonita, realmente ela é Loira, umas pernas grossas, uma bunda carnuda saliente, seios grandes, muito gostosa, eu disse e gostosa mesmo, ele perguntou posso te fazer uma pergunta, a rola já estava quasse dura, eu disse claro, ele perguntou ela gosta de dar o cu, eu respondi, olha ate gosta eu ,meto direto no cu dela, ele respondeu que delicia ela tem uma bunda carnuda, e ele começou a bater uma punheta, eu me atrevi e segurei na rola dele, nossa coisa de louco, ele gozou, e disse agora pode falar para ela que você viu ela dura, nossa coisa de louco.

Nos Sábados a gente trabalha ate uma hora, o expediente da administração não trabalha, fica só nos dois lá, em conversa com minha mulher eu disse que havia visto a rola dele dura, que ele estava exitado e bateu uma punheta, nossa ela gozou que nem louca, só pensando no Manoel, eu perguntei a ela você realmente tem coragem de encarar, olha que a coisa e feia, e grossa mesmo, e eu tinha comprado um pepino grosso quasse igual, e peguei passei Gel, e fui tentando colocar, nossa entro tudo mesmo, apesar que o pepino e muio rígido a rola e mais maleável, mais senti que ela iria aguentar sem problema, então disse a ela olha no sábado vamos estar lá sozinhos a gente sai 13 horas você chega lá uma, 12,30, no intuito de me esperar ai a gente vê o que rola.

Quando foi no Sábado ela aparece lá nossa vestindo uma saia curta, com uma calcinha fio dental, uma blusinha bem degotada, mostrava bem a palpas dos seios, uma sandália de salto alto nossa, estava linda, entrou na oficina, por coincidência o Manoel estava de baixo de um caminhão, eu fiz de tudo para ela parar ali perto, ficamos conversando um pouco, ali o Manoel, nossa não tirava os olhos dela, ele deitado dava para ver a calcinha dela, ele levantou eu apresentei ela a ele, ele já a conhecia mais nunca se falaram, já estava na hora de fechar eu fui e a baixei as portas, ficamos nos três lá dentro com as portas trancadas, eu disse nos vamos tomar um banho, ela riu e disse posso ver, o Manoel disse se quiser porque não, e fomos, ele começou a se banhar já estava de rola dura, e perguntou para mim, e então posso mostra para ela, eu respondi só mostrar, ai foi a gota d!água ele foi pegou ela e levou para o almoxarifado, em cima de uma sacarias deixou ela peladinha e começou a chupar a boceta dela, eu como tinha programado tudo levei um lubrificante lambuzei a boceta dela ele começo a meter nossa ela gemia, se contorcia, se abriu todinha e recebeu aquela rola todinha lá dentro, nossa ele fodia forte, virou ela de frente beijou ela na boca, meteu de frango assado, nossa ela gozou muito e ele nossa muita porra, só que a rola dele não amolecia, já estava um bom tempo sem mete, deitou ela ali mesmo na sacaria, de frango assado e lambuzou a rola e o cu dela e começou a tentar, nossa ate lagrimas dos olhos saiu el chorou de dor e de prazer, mais recebeu aquela rola todinha na bunda, ele tirava e colocava bem devagarinho, ela vibrava me chamava de corno, e isso que tu queria ver ele arrombando o meu cu né seu filho da puta, vê o que ele estava fazendo, me deixando toda arrombada, nossa foi maravilhoso, não dava para ficar mais tempo ele tinha que ir embora, nossa ela adorou ele nem se fala, agora uma ou duas vezes por semana ele mete com ela, vai lá em casa mesmo, e eles metem gostoso, e o amante dela, eu ate já dei uma chupadinha na rola dele melada de porra, estou tentando ver se eu consigo sentar naquela rola, vamos ver. espero que tenham gostado, depois eu conto outras passagem para vocês.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail