Fodendo com o Pedreiro Tarado

Esse conto foi verídico e gostoso, infelizmente não foi do jeito que eu desejava e desejo até hoje. sou louco por pedreiros, aquela farda, as botas, o capacete amarelo, luvas e todo suadinho, adoro.
bem vamos ao conto. em frente a minha casa existia uma granja, que foi vendida a uma construtora famosissima e passando-se uns meses começaram a chegar pedreiros e a obra começou. vizinho a minha casa existem 02 terrenos baldios, mas um deles tem uma casinha fechada e tem uma torneira com água, os pedreiros vem buscar água para beber e muitas vezes mijam.
furei em meu muro 02 buraquinhos para ter visão deles, nossa que delicia, meu coração chega a querer sair pela minha boca de tanto tesão.
quase todo dia me masturbo vendo aquelas pirocas de todos os tamanhos.
passando-se alguns meses, bateram em minha porta e eu perguntei quem era.
ele respondeu: é o pedreiro daqui da obra, gostaria de saber se o senhor poderia encher minha garrafa com água para beber-mos.
fiquei louco, e imediatamente abri e disse:
sim posso, sempre que precisar pode vir.
era um pedreiro lindo, e com acara de safadinho.
fui buscar a água e quando voltei, ele estava com a camisa levantada e a barriguinha a mostra e o tesão foi os pelinhos que formavam um caminho até a parte de dentro da calça.
então olhei e disse:
meu filho num faça isso não que eu não aguento.
ele riu e disse:
vc gosta de barriga é?
eu falei: gosto e esses pelinhos ai vão até onde?
ele perguntou: quer ver?
fiquei louco e disse: quero!!
ele entrou um pouco para dentro do meu portão e disfez o laço de sua calça e mostrou aquela piroca linda e bamba.
eu falei; quero mamar ela e tomar leitinho
ele então disse : chupa
me ajoelhei em frente aquele cacete suado, arregacei o courinho da cabecinha e tava bem limpinho e comecei a mamar loucamente e ela ia crescendo e ficando dura.
engolia e voltava até a cabeça e ele então colocou a mão sobre minha cabeça e no vai e vem parecia que estava comendo uma buceta.
chupava suas bola e ele pedia para chupar devagar, então voltei para aquele cacetão e engolia até me engasgar.
quando eu tava sentindo que o macho e a esporrar, ele tirou e guardou…
fiquei danado por dentro, queria beber aquele leite.
a cabeça da sua piroca latejava, mas ele falou que não podia gozar, estava trabalhando, os outros pedreiros o esperavam e a sua esposa quando chegasse em casa iria olhar sua cueca.
mas valeu, foi gostoso.

Sexshop
Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.