Dei o cu quente pro meu primo

Ao longo um bom tempo, meu priminho e eu ficamos aproveitando deliciosamente cada hora acompanhados, aparecia adorando conhecer as delícias do coito, ele me ensinava tudo direitinho e eu aparecia adorando tudo, cada dia ele me comia em uma acomodação distinto, de todas as posições que ele me comeu, eu adorei a acomodação que eu fico de 4 com as pernas bem abertas, dessa maneira eu consigo sentir toda a agudeza e a primeira acomodação, que foi a acomodação que ele tirou a minha virgindade, que foi aquela que eu fico por cima cavalgando no cacete dele.

 

Um dia ele me disse que seria interessante eu conhecer bem as fases do meu corpo, assim poderíamos transar mais seguros e sem o uso da camisinha. Ele me disse que em geral a mulher tem um ciclo menstrual de 28 dias, sendo que no 14º dia depois da menstruação a mulher entra no período fértil do ciclo. O meu ciclo menstrual na época não era regular, às vezes eu nem menstruava e às vezes eu menstruava em um período de tempo muito curto, no primeiro mês logo que ele me explicou tudo sobre menstruação, eu fiquei prestando atenção e depois de uns 10 dias eu menstruei, a minha menstruação não durava 3 dias, no 4º dia ele me disse que não tinha perigo de transarmos sem camisinha, foi nesse dia que senti pela primeira vez a porra do meu primo todinha dentro da minha buceta.

Foi em uma sexta-feira, eu havia menstruada na terça, assim que meu primo chegou em minha casa para começarmos a aula eu disse para ele: “Hoje terminou a minha menstruação!”, ele disse: “Então hoje a gente pode transar sem precisar usar a camisinha!”, logo perguntei: “Vamos transar agora ou depois da aula?”, ele respondeu: “Vamos transar depois da aula, pois você amanhã tem prova e não podemos dar mole para os estudos!”, a aula foi passando e eu estava super ansiosa, quando terminou a aula começamos a beijar e logo um foi tirando a roupa do outro, como sempre gostamos de fazer, ele me disse: “Hoje vou chupar a sua buceta bem aqui na cadeira mesmo, abra bem as pernas e deixa ela bem abertinha para mim!”, separei bem as minhas pernas e com a minha mão direita fui abrindo os lábios da minha buceta para o meu primo mamar bem gostoso.

Ele ficou me chupando uns 10 minutos até que eu gozei loucamente na boca dele e pedi bem tarada: “Flávio, coloca esse cacete duro na minha boca, me deixa molhar ele todinho para você poder enfiar ele bem gostoso na minha buceta!”, ele ficou de pé em frente à cadeira e eu saí da cadeira e fiquei de joelhos em frente a ele, aos poucos fui engolindo e saboreando aquele cacete delicioso, deixando ele todinho molhadinho para mim, chupei por uns 5 minutos, quando ele me perguntou: “Como você quer ser penetrada?”, eu respondi: “Me come de 4, adorei aquela posição, o seu cacete entra muito gostoso!”, fique de 4 na beira da cama e abri bem as minhas pernas, meu primo veio por trás e começou a penetrar, é muito gostoso sentir a minha buceta toda se abrindo para receber aquele cacete duro e delicioso, assim que ele penetrou todinho, meu primo ficou beijando a minha nunca e dizendo no meu ouvido: “A sua buceta já engoliu o meu cacete todinho!”, eu disse: “Está uma delícia, estou gostando mais sem camisinha do que com camisinha, parece que o seu cacete está deixando a minha buceta ainda mais molhadinha de tesão!”, ele foi me comendo bem gostoso até o momento que ele disse: “Prepara a sua buceta para ela engolir a minha porra todinha, igual você faz com a boca!”, quando ele me disse isso, eu fiquei louca de tesão, ele penetrou o cacete todinho e eu senti bem gostoso o pau dele contraindo dentro da minha buceta e derramando toda a porra bem quentinha dentro de mim, foi delicioso, quando ele terminou de gozar, ele me disse: “Deita de frente com as pernas abertas, para você poder ver a minha porra saindo da sua buceta!”, assim que ele tirou o cacete de dentro de mim, eu rapidamente me virei e abri bem as minhas pernas, ele ficou pertinho da minha buceta como se fosse me chupar e eu me curvei um pouco para ver toda a porra dele sair de dentro de mim, aos poucos a entradinha da minha buceta foi ficando branquinha e a porra foi escorrendo, fui ficando louca e tarada com aquela cena e disse: “Essa porra deve estar bem docinha!”, meu primo perguntou: “Quer beber ela todinha?”, respondi para ele: “Quero sim, como podemos fazer?”, ele me perguntou: “Onde tem uma colher aqui na sua casa?”, respondi bem rápido: “Em cima da pia da cozinha!”, ele correu para pegar a colher e voltou rápido para o quarto, a porra que já estava escorrendo pelas minhas pernas, ele foi colhendo e deixou a colher logo abaixo da entradinha da minha buceta, a porra ia saindo da buceta e caindo dentro da colher, no momento que a colher já estava bem cheinha, ele me disse: “Abra bem a boca que o seu priminho vai te dar o seu leitinho na colherinha hoje!”, fiquei muito tarada e tesuda, abri bem gostoso a minha boca e aos poucos fui saboreando aquela porra quentinha que havia acabado de sair de dentro da minha buceta, ela estava bem cremosa pois também tinha um pouco do meu gozo, bebi todinho e o resto da tarde ficamos juntos conversando sobre tudo que havia acontecido naquela tarde de sexta-feira.

De segunda-feira até à quinta-feira, meu primo comeu a minha buceta sem camisinha e na tarde de sexta-feira ele me disse: “Hoje já começa a ficar um pouco perigoso transar sem a camisinha, pois o seu ciclo não é muito regular!”, aí eu disse: “O que podemos fazer para não usarmos mais a camisinha?”, ele respondeu: “Só não vai ter perigo se fizermos sexo oral ou no caso de penetração, ao invés de fazermos na buceta, fazermos no seu cuzinho, o que você acha?”, logo respondi perguntando: “Será que meu cuzinho, aguenta o seu cacete?”, meu primo respondeu: “Aguentar ele aguenta, no início vai doer um pouco igual foi com a sua buceta na primeira vez, até ele acostumar com o volume do meu pau, quer experimentar?”, respondi para ele já com cara de tarada: “Quero sim, mas vai com muita calma e vamos fazer como da primeira vez na buceta!”, logo depois da nossa aula começamos com as nossas carícias e dessa vez ele me disse: “Hoje você vai gozar de uma forma diferente!”, perguntei: “Como irei gozar priminho gostoso?”, ele respondeu: “Você vai gozar com o meu pau todinho enterrado dentro do seu cuzinho!”, assim que ouvi essas palavras dele, minha buceta ficou toda molhadinha, ele me colocou na cama deitada e ficou um tempinho comendo a minha boquinha e dizendo: “Isso mesmo minha coisinha gostosa, deixa o meu cacete bem molhadinho para o seu cuzinho!”, cada vez que ele falava isso eu chupava com mais vontade e pau dele, com o cacete bem duro e todo dentro da minha boca ele me perguntou: “Você tem algum óleo ou creme que você passa no seu corpo?”, ele tirou o cacete da minha boca e eu respondi: “Tenho sim, eu tenho um óleo muito gostoso que passo todos os dias em meu corpo!”, saí da cama e fui ao meu guarda-roupas para buscar o óleo, ele passou um pouco em toda a extensão do pau e lambuzou a entradinha do meu cuzinho, aos poucos ele foi penetrando com cuidado o meu cuzinho com o dedo indicador até enterrar o dedo todinho dentro de mim, e me perguntou: “Está gostando?”, respondi com todo tesão: “Se o seu pau entrar tão gostoso no meu cuzinho como entrou o seu dedo, vou adorar dar o meu cuzinho assim como adoro dar a minha buceta!”, ele aos poucos tirou o dedo do meu cuzinho e ficou na mesma posição de quando ele tirou o meu cabacinho, empinou bem o pau e eu fui por cima para ir controlando a penetração no meu cuzinho, encostei a cabecinha do pau na entrada do meu cuzinho e fui forçando a entrada, fui sentindo o meu cuzinho se abrindo e nesse momento senti um pouco de dor, meu primo foi me acalmando e disse: “Vai bem devagar e quando penetrar o pau todinho você vai ver que a dor irá passar!”, ia ouvindo o que ele me dizia e com os olhos fechados ia descendo cada vez mais, na metade do pau dele a dor já dava lugar ao tesão e comecei a sentir mais prazer do que dor, fui descendo mais até que consegui encostar o meu bumbum todinho no colinho dele, ele me disse: “O seu cuzinho é bem guloso, conseguiu engolir todo o meu cacete!”, eu toda tarada de tesão disse: “O meu cuzinho aprendeu com a minha buceta!”, ficamos trocando carícias e ele com o pau todinho enterrado no meu cuzinho ficou uns 3 minutos beijando a minha boca e perguntou: “Quer gozar com o meu pau todo no seu rabo?”, respondi com cara de tarada: “Quero sim!”, logo ele foi me explicando com iríamos fazer: “Você vai masturbando a sua buceta, enquanto eu fico com o meu pau todinho no seu cuzinho e vou ao mesmo tempo chupando os seus peitinhos durinhos!”, fiquei cheia de tesão e comecei a me masturbar sentindo bem gostoso o pau dele todinho no meu cu e ele ainda chupava deliciosamente os meus peitinhos que nessa idade cabiam direitinho dentro da boca dele, ficamos nessas carícias gostosas durante uns 10 minutos, quando eu disse para ele: “Vou gozar bem gostoso, enterra mais o seu pau no meu cu que eu estou gozando!”, no momento que eu gozava, ficava contraindo a minha buceta e também o meu cuzinho e meu primo o tempo todo que fiquei gozando ele dizia: “Goza bem gostoso, logo o seu cuzinho vai provar toda a minha porra!”, quando terminei de gozar continuei no colinho dele com o pau todo penetrado no meu cuzinho e ficamos beijando bem gostoso.

Depois de um tempinho naquela posição deliciosa eu perguntei: “Quer comer o meu cuzinho de 4?”, meu primo beijou a minha boca bem gostoso e respondeu: “Quero sim minha doçura, dou deixá-lo bem taradinho e louro para engolir a minha porra!”, aos poucos fui saindo de cima do colinho dele e nesse momento senti um pouco de dor no momento que o cacete dele ia saindo do meu cuzinho, quando já tinha tirado todo o pau de dentro de mim, meu primo olhou para o meu cuzinho e disse: “O seu cuzinho já está se acostumando com a grossura do meu cacete, você está sentindo ele todo dilatado?”, respondi para ele passando um dedo no meu cuzinho: “Estou sentindo sim, ele está bem dilatado!”, fiquei bem gostosa de 4 na minha cama, abri bem as pernas e com as duas mãos fui abrindo o meu bumbum e deixando o meu cuzinho todo exposto, meu primo passou mais óleo em toda a extensão do pau e um pouco mais na entradinha do meu cuzinho e disse ao começar a penetrar o cacete dele novamente em meu cuzinho: “Vai saboreando novamente o meu cacete com o seu cuzinho gostoso!”, nesta segunda penetração quase nem senti dores, meu cuzinho já estava bem dilatado e o cacete do meu primo deslizou gostoso para dentro do meu rabo, logo que ele penetrou tudo eu pedi: “Deixa eu rebolar com o seu pau no meu cu como eu gosto de fazer quando você penetra a minha buceta de 4!”, meu primo com o pau bem gostoso dentro de mim disse: “Vai minha gostosura, rebola gostoso com esse pau todo no seu rabo!”, fiquei rebolando bem gostoso e sentindo o cacete do meu primo todo enterrado dentro de mim e às vezes tentava fazer um vai e vem, penetrando e tirando o pau de dentro do meu cu, eu estava muito tarada e com a buceta toda molhada de tesão.

Nesse momento, meu primo começou a meter no meu cuzinho como se estivesse na minha buceta, ele começou devagarzinho e foi acelerando os movimentos aos poucos, dizendo: “Vou gozar dentro do seu cuzinho e irei deixar ele cheinho de porra!”, eu ficava louca e empinava mais o meu rabo para ele me comer mais gostoso, quando ele penetrou o cacete todinho no meu rabo e disse: “Minha fofura, estou gozando dentro do seu cu, que cuzinho delicioso, olha como ele engoliu todo o meu cacete para beber a minha porra!”, eu tarada de tesão só sentia o saco dele batendo na minha buceta e também sentia o cacete dilatando dentro do meu rabo, meu primo ainda ficou um tempinho com o pau dentro de mim e aos poucos foi tirando e fui sentindo como o meu cuzinho ficou molhado, logo perguntei: “Durante esse tempo que você não pode comer a minha buceta, você vai ficar comendo o meu cuzinho?”, ele respondeu com um beijo suculento nos meus seios: “Vou sim meu amor, e quando você sair do período fértil, eu volto a comer a sua buceta novamente!”.

Como já era um pouco tarde e meus pais já estavam para chegar, vesti a minha roupa e despedi do meu primo querido com um beijo bem gostoso e ele me disse com um sorriso bem safado: “Na segunda-feira a gente continua a nossa deliciosa aula, te adoro minha gata gostosa!”.

Meu pais chegaram depois de um tempo, assim que eles chegaram eu fui tomar um banho e no banheiro quando eu fui tirar a minha calcinha, ela estava cheia de porra que havia escorrido do meu cuzinho, tomei o meu banho e aproveitei para lavar a minha calcinha.

À noite ao deitar na cama fiquei pensando como foi gostoso dar o meu cuzinho.

Bom pessoal, foi assim que meu primo tirou a virgindade e comeu bem gostoso o meu cuzinho e deixou ele tarado por um cacete molhadinho e tesudo.

Se alguma garota ou mulher quiser trocar experiências e saber mais sobre mim me escrevam e se tiver alguma garota que tenha também iniciado a sua vida sexual com o primo, adoraria trocar mails.

Me escrevam: [email protected]

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.