Cunhada e sobrinha me comeram deliciosamente

Há tempos tenho saído com a minha cunhada safada e numa dessas vezes minha sobrinha nos pegou em flagrante e acabou participando somente me chupando um tanto e voltou para o quarto dela. Fiquei com aquela desejo de um dia realizar amor com ela. Cheguei até mesmo a abordar com a Paula sobre aquele dia porém ela me disse que a Julia de modo algum tinha abordado no assunto.
Num belo dia no momento em que o companheiro foi alucinar-se a trabalho, ele iria ficar quinze dias fora, ela me chama na casa dela uma vez que aparecia com atração, lá vou ele felizão da vida uma vez que o coito entre eu e Paula é bom demais. De modo algum imaginei o que me esperava.
Cheguei no bloco no qual ela mora e subi aflito imaginando os momentos que teria.
Fui recebido por ela apenas de calcinha e corpete, vermelhos atração, na acesso inclusive nos beijamos com muita desejo e fui levando-a para o sofá. Nos jogamos nele e fui tirando a minha bata e a minha bermuda ficando apenas de cueca branco como ela adora.
Ela se levantou do sofá e puxou-me para o quarto, caindo de boca no meu pau, ela aparecia com apetite de coito. Levantei-a e tirei o corpete e a calcinha dela chupando os peitos e em seguida a bucetinha. Caímos na cama e fomos logo para um 69 no qual o meu pau era sugado pela abrasado e faminta boca dela e eu lambia e chupava aquele grelinho agradável. A apetite de coito era imensa.
Paula me virou e subiu em cima de mim mordendo com sua bucetinha o meu pau abrasado de atração. Ela subia e descia, rebolava e mordia o meu pau. Eu chupava os peitos dela e brincava com os dedos na portinha traseira dela, ademais alisando, ademais enfiando o dedinho. Ela gemia de atração e em pouco tempo gozou se agarrando em mim e aproximadamente gritando de atração.
Ficou de 4 e ofereceu o cuzinho à minha pica, entrei com desejo e ela rebolava e jogava o corpo para após de abalroamento ao meu pau. Avisei que ia achincalhar e ela pediu para achincalhar nos peitos dela, derramei leite pelos peitos espirrando até no anverso.
Deitei ao lado e ficamos abraçados por um tempo. Tomamos um banho acelerado para levar o esforço. Ela por isso me disse que tinha um abalo para mim. Fiquei estimulado porém ela não quis apontar o que era. Ela saiu do quarto fechando a acesso e voltou logo após. Colocou uma distribuição nos meus olhos e pediu para eu não levar para não importunar a brincadeira.
Logo senti quatros mão passeando pelo meu corpo e duas logo começaram a achincalhar no meu pau que voltou a permitir demonstração de vida. Uma boca quente abocanhou o meu pau porém tinha certeza que não era a Paula especialmente em seguida que ela perguntou se aparecia bom uma vez que a outra boca também aparecia no meu pau. Meu pau ficou até mais difícil que o comum pela situação. Paula me beijou e meu pau foi engolido pela bucetinha que não era dela. Paula me beijava com uma desejo espantoso enquanto meu pau era engolido pela bucetinha abalo.
A bucetinha aparecia com bastante atração e logo gozou espremendo o meu pau dentro dela.
Paula falou que também tinha mais e que era a abalo essencial da noite. Pediu para eu ficar de quatro e as duas começaram a achincalhar na minha assento, lambendo e chupando o meu cuzinho. Senti um e em seguida 2 dedos melados de gel invadirem o meu cuzinho. Perguntei o que elas iam realizar e Paula pediu para eu ficar adormecido uma vez que naquela momento eu era delas. Elas continuavam a acometer o meu cu com os 2 dedos que eu percebia que ademais era de uma ademais era de outra. Paula por isso pede para a outra indivíduo se arrumar. Não entendi.
Não demorou bastante senti uma coisa maior que 2 dedos cutucando o meu cu, era com certeza um cacete. O cacete foi invadindo aos poucos o meu cu, logo a cabeça passou e eu tranquei o cu pela dor e Paula começou a me exigir ardor e pedindo para descansar. Ela deitou na minha frente e pediu para eu chupar a bucetinha dela para auxiliar eu a descansar. Mergulhei na bucetinha dela e nessa coisa o cacete entrou mais um tanto em mim porém agora com pouco dor. A indivíduo com o cacete foi empurrando aos poucos e logo aparecia com ele todo dentro de mim e nessa coisa a indivíduo inicia a levar aos poucos e enfiar de novo. Comecei a sentir atração e agradar sentindo um pau entrando e saindo do meu cu. Após alguns minutos Paula pede para eu ir virando para ficar na acomodação frango apertura, fui virando juntamente com a indivíduo sem ela levar o pau do meu cu.
No momento em que já aparecia na acomodação Paula pega as minhas mãos e leva até os peitos da indivíduo que aparecia me consumindo e dúvida se gostei deles, Disse-lhe que efetivamente e ela por isso atilho a distribuição dos meus olhos e vejo quem aparecia me consumindo, era a Júlia, filha da Paula.
Júlia se abaixa sobre mim e socando o pau no meu cu inicia a me beijar, meu pau aparecia difícil sem ninguém abalar nele. Júlia atilho lentamente o pau de dentro de mim e Paula a substitui. Paula socava com desejo em mim, parecia que sentia atração em me alimentar-se. Pede para eu ficar de lado e continua a me alimentar-se de ladinho e nessa coisa Júlia se encaixa na minha frente oferendo o cuzinho ao meu pau. Fiquei no meio do trenzinho com Júlia na minha frente e Paula atrás, o atração era espantoso e não aguentando resistir mais gozei no cuzinho de Júlia.
Nessa momento Paula me agarrou apertadamente e disse que similarmente aparecia gozando e ficamos os 3 dessa maneira abraçados um tempo.
Nessa noite dormi na casa delas e de manhã voltamos a achincalhar mais antes de sairmos e atrasados para o trabalho.

Sexshop
Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.