Como fazer um corno manso

Este é um dos poucos contos que escreverei que não é verdadeiro, mas é baseado em parte de minha vida e minhas fantasias e em grande parte em grande parte em experiências de amigos na vida real, Mas manterei nossos nomes do site para parecerem reais. Eu era secretária de um casal amigo, que eram amigos de Armando, e vim a conhecê-lo no dia do lançamento de um livro, eu tinha 18 anos e era meu 1º dia de meu 1º emprego, estava sozinha na sala pois meus patrões e amigos se atrazariam, mas eis que no horário devido chegou Armando, ele era alto,loiro, muito bonito, vestia um terno elegante e era de uma educação sem par, eu tenho cabelos pretos, olhos azuis, cintura fina quadril largo e todos falam que sou linda.
Ao chegar ele se apresentou em seguida deu as boas vindas ao meu novo emprego, aquele homem me tocou fundo e parecia que eu a ele, parecia um encantamento, mas foram chegando outras pessoas e nossa conversa foi se dissipando.
Incrível as pessoas que chegavam todos o cumprimentavam, pessoas conhecidas da sociedade, do mundo artístico(entre elas Rita Lee )do mundo científico, médico e empresarial, perguntei ao meu patrão quem era ele, ele olhou e disse: É o Armando Gottorp, pessoa ótima de grande conhecimento e de uma simplicidade impar, só que deve ser bem mais velho que você!
Isso não me importava, eu olhava p/ ele e sempre tinha uma menina o paquerando como a filha do rei da ligerie de 18 anos, as filhas de um industrial que pareciam bem mais novas, uma empresária do ramo da moda, uma dentista multimilionária e muitas outras mulheres das mais variadas idades, foram horas de bate papo e de vez em quando ele vinha até mim e trocava algumas palavras, mas seu olhar deixou claro que estava interessado em mim; ao se despedir deu seu cartão e eu burra não liguei, pelo contrário me envolvi com pessoas que só queriam me usar, ate que depois de 3 meses lembrei de telefonar p/ ele que haveria uma palestra, liguei p/ o nº particular e só atendia secretária eletrônica, liguei p/ o celular telefone fora de área, liguei então para sua firma e a secretária atendeu dizendo que ele tinha viajado para a Europa e ficaria alguns meses a negócios, tive a cara de pau de perguntar para onde e a secretária perguntou meu nome e de onde era, quando disse ela descreveu o etinerário;-Vai a Paris por alguns dias , depois Suécia, Noruega, Dinamarca, Alemanha, Suiça, Austria, Republica Tcheca, Italia, Monaco e depois volta a Suécia e França, fora os países não programado; perguntei quanto tempo demoraria e ela falou:-Pelo menos uns 3 ou 4 meses!…
Quase chorei quando lembrei que antes de se despedir e dar o cartão, ele perguntou se gostaria de viajar por um tempo a Europa, ele precisaria de uma pessoa para ajudá-lo com as programações e agendamentos, e gostaria que eu fosse. EU DISPENSEI ESSA CHANCE POR CAUSA DE UNS BABACAS QUE SÓ ME DERAM ABORRECIMENTO! Acho que deixei um recado por semana na secretária eletrônica dele, e mais uns 3 com a secretária da firma.
Passados 4 meses ele chegou lá para uma palestra e conversamos sobre a viagem, qdo chegavam as meninas que davam em cima dele eu cortava ou atrapalhava o assunto, depois da palestra ele foi o último a sair e perguntou quando era mais fácil encontrar-me livre para conversarmos em paz, eu disse que dali a 2 dias pela tarde estaria livre.
Nesse dia ele chegou no horário e eu me atrasei, mas tinha um porteiro lá que disse que eu não iria, mas ele disse que esperaria assim mesmo; finalmente cheguei, e lá estava ele dentro do carro me aguardando, fiz com que entrasse e como estava atrasada tive de arrumar os livros e os computadores para o dia seguinte, e ele até me ajudou,e ví que reparava muito em meu corpo, eu estava de calça e blusa branca, e minha mini calcinha e soutien eram lilases e com a transparência do branco aparecia minha roupa íntima e meu corpo, juro que estava com muito tesão e a fim dele, e quando terminei parecia que ele is me convidar para algo, mas tomei a dianteira e falei com sinceridade:
-Eu nunca fiz isso, mas você mexe comigo e gostaria de ir com você a um motel! Não pense errado é que não aguento mais!
Ele topou na hora, e saimos a busca de um motel, logo chegamos a um bem famoso e entramos, a suite tinha 2 pavimentos e o convidei para tomar um banho logo após dar um beijo nele e tirar a roupa, na jacuzzi já ví o tamanho da rola dele e numa iniciativa sem precedentes comecei a fazer um boquete, até deixá-lo bem excitado qdo tirei o pau da boca ele me virou e enfiou a rola em minha xota na banheira, mas lembramos da camisinha nos enxugamos e fomos para a cama, ele me comeu em várias posições e já era tarde qdo lembrei que tinha de voltar p/ a casa de minha tia nos despedimos com um beijo longo e molhado.
No dia seguinte telefonei pedindo desculpas pela minha ousadia e depois de novo estávamos em outro motel, e tudo bem, foi qdo ele começou a frequentar a casa de minha tia e ele leu uma revista que tinha sobre swing, menage e gang bang, perguntou se tinha essas fantasias , eu respondi que me deixava curiosa, mas ele confidenciou que se tivesse uma mulher que ele amasse e ela a ele e tivessem cumplicidade não via nada de errado, namoramos, brigamos e transamos muito nesses meses e durante uma briga me afastei dele por uma semana e dei p/ um cara; qdo voltamos fiz questão de contar e ele queria saber como foi e eu apimentei mais a história, o que acabou me convencendo em ir a uma casa de swing. Acabamos fazendo troca de casais e pedi p/ transar com um cara que me paquerava com ele só assistindo, ele relutou, mas minha lábia venceu, fiz oral com o cara como tinha feito com todos os outros e o cara me comeu enquanto meu candidato a corno apreciava minha performance. Quando terminamos fui até ele o beijei na boca e transamos.
Os meses passaram e fui dando as cartas no jogo sexual, Fiquei uns dias na casa de meus pais e recebi a cantada do cabelereiro, que começou falando de sexo, piadas pesadas e em seguida me disse que eu era a mulher que ele mais desejava, a mulher do cara estava viajando e fui para a casa dele e trepamos de todas as formas e maneiras, e combinamos outras vezes. Acontece que o cabelereiro ao invés de ficar quieto contou a outras cabelereiras e amigos(as) e isso chegou aos ouvidos de minha irmã; fui a outra cabelereira que confirmou tudo! meu agora noivo e marido em 3 meses iria acabar descobrindo. Ele chegou a cidade e eu evitei que fosse a casa de meus pais, ficamos em um hotel, e para contar estava difícil, comecei falando que um cara me passou a cantada, e depois de muitas perguntas disse que estava a fim de dar p/ o cara, ele estava quase deixando, mas percebeu algo errado e afirmou:
-Você deu para outro homem e escondeu de mim!
Pior que fiz , neguei e lembrei que ele pediu para ser sincera e estava sendo, para ele foi fácil descobrir tudo e não deu p/ mentir mais. Ele conhecia o cara e me pediu uma coisa que aceitei:
No dia seguinte ele foi ao cabelereiro e procurou por ele para cortar seu cabelo, para surpresa dele o André(cabelereiro) saiu de uma sala reservada com uma amiga minha casada e da Congregação Cristã e que Armando conhecia muito bem a ela e ao marido, deu para ver o vestido mal fechado e o que parecia porra em um dos joelhos dela, fora o cabelo meio desarrumado. Armando teve certeza que André tinha também fodido minha amiga evangélica casada, André nem o olhava nos olhos muito menos a funcionária que sabia de tudo, tentou disfarçar perguntando que fazia por ali(era o dia que eu ia ser fodida por ele de novo):-Vim cortar meu cabelo, ora! e começou André a cortar, só que não sabia que Armando me obrigou em ir até lá, vestindo a saia mais curta que encontrasse, blusa branca exageradamente decotada e sem soutien e toda produzida como se fosse para o encontro na casa dele ou no motel, só que me atrasei para me produzir, eu devia chegar na hora em que André cortava o cabelo de Armando para me insinuar enquanto Armando estava de costas, deixar ver meus mamilos e outras provocações, estava com raiva dele ter contado tudo , mas ainda com vontade de outra trepada com André. Qdo cheguei Armando já estava de cabelo cortado e André estava no balcão, cumprimentei Armando com um beijo bem apimentado (ele me disse que tinha algo a contar) e em seguida fui cumprimentar André, como sempre com um beijo no rosto só que de propósito atingiu parte de sua boca e voltei p/ conversar cm Armando, fizemos de conta que ele nada sabia, mas quando contou de minha amiga casada da Congregação Cristã, encaixou um monte de coisas, ele comia toda freguesa bonita fosse casada, noiva ou namorando, lembrei dela com André dentro da loja dela, e de outras …. que cara filho da puta! me usou, conhecendo meu noivo, me fez trair e talvez arruinado meu casamento!
Armando mandou eu continuar o jogo como ele não estivesse lá e eu lhe desse toda bola do mundo, fui conversar com ele toda meiga, pedia p/ trocar dinheiro, abaixava em frente a ele p/ ele ver que estava sem soutien e mostrar meus bicos deliciosos através do decote e pela blusa branca marcante, dei uma desculpa para ele me arrumar o cabelo, ele parecia estar com medo, enquanto esperava sentei em frente a ele e descruzei e cruzei as pernas como em atração fatal e por fim ele veio, falei que não precisava do avental pois estava calor, mais uma vez o provoquei a mando de meu agora corno manso, e várias vezes”virando” a página da revista esbarrava em sua rola que já estava dura, já era tarde e a cabelereira auxiliar e a manicure despediram-se, ficamos só nós no salão e ele terminou meu cabelo, aí pedi para ir ao banheiro enquanto ele começava a fechar o salão, o banheiro ficava depois da sala em que ele comia as freguesas, esperei um pouco e chamei o Armando dando um gritinho, e armando chamou o André, quando ele entrou correndo eu estava nua esperando por ele, que ficou paralisado, principalmente qdo Armando lhe falou:- Então André voce fodeu ela uma vez e ela gostou e combinou que hoje transariam de novo, quero que façam isso na minha frente, talvez eu aprenda algo de novo!
Ele tentou negar, não sabia se ia apanhar, mas acabamos convencendo ele, eu nua turei seu pau pra fora enquanto Armando tirava as roupas de André, ele tentou resistir e negar aí falamos das pessoas que ele contou e do envolvimento dele com nossa amiga casada, ele começou a deixar fazer o boquete, ainda beijei Armando nessa hora e voltei ao boquete e qdo André não aguentou mais começou a me comer mesmo sem camisinha, ficamos cerca de 2 horas metendo até gozar dentro de minha boceta, ai beijei Armando, fiz ele gozar em mim e depois pedi que me lambesse a boceta com a porra dos 2, ele acabou cedendo e eu tive certeza que aquele corno manso seria meu para sempre!
De fato, nos casamos 2 meses depois e em plena lua de mel o trai no hotel com um coroa charmoso do quarto ao lado.
Toda vez que alguem quer me foder e eu quero dar aviso meu marido corno manso e ele deixa desde que eu conte todos os lances para ele e ele me come gostoso..,
(ISSO É UM CONTO DE FICÇÃO QUE EU TERIA VONTADE DE VIVER, MAS QUE O CABELEREIRO ME COMEU UMA VEZ NA CASA DELE E CONTOU PARA TODO MUNDO, ISSO É VERDADE!)

Sexshop
Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.