Comi uma morena cavala

Tenho 22 anos e tinha entrado na igreja e estava pensando em me batizar no ano seguinte, veio às férias e fui visitar minha tia em Camaçari-BA. Sempre me livrando das tentações do dia a dia. Pretendia ver as mudanças que eu conseguiria com isso.
Ao fim doa no viajei e fui para as férias. Cheguei à casa de minha tia, a galera me recebeu. E o lance era praia e shopping cinema. Fui ate o quarto de minha prima vitória e quando entrei, vi que ela estava com visita. Era uma prima dela por parte de pai. (porem não era minha prima). Morena bonita sentada na cama estava de vestido uma espécie de saia rodada e com decote, mas dava pra ver que era gostosinha e minha prima me apresentou. O nome dela é Rute. A gente ficou conversando ali no quarto eu vitória e Rute. Combinando o que fazer nos dias em que eu estaria de férias ali.
A gente foi pra shopping, cinema e é claro a igreja. Só que Rute não era da igreja ela foi pra casa dela, quando cheguei à casa de minha tia lá estava Rute. Com um shortinho e uma blusinha decotada, pra matar o macho. Ela sentou bem do meu lado e perguntou se eu iria me batizar, se era difícil ser um bom cristão? Ai falei a ela que o problema ate agora era as tentações. Ao mesmo tempo em que olhava aquele decote maravilhoso, nesse papo minha prima deu a ideia da gente ir à praia no dia seguinte.
Pela manha quando a gente chegou à praia Rute disse eu vou me trocar. E pediu minha ajuda pra segurar a porta do Box aonde ela ia se trocar. Fiquei segurando, pois não tinha uma maçaneta. E quando ela saiu. Com aquele biquíni mostrando suas curvas e toda sua gostosura, peitões e coxonas e uma bunda grande com aquele biquíni enterrado. Não pude resistir e fiquei olhando cada passo que ela dava rumo a agua. Ela viu que eu estava olhando pra ela e disse cuidado com as tentações irmão. Eu dei risada e concordei dizendo hoje esta difícil mais eu vou me esforçar.
Estávamos perto de uma barraca. Eu fui à agua e quando voltei, Rute me pediu pra ajudar a passar bronzeador nela, pela cara dela foi de proposito. Eu fui ajudar, mas passei só nas costas em quanto olhava pra o rabo dela. Disfarcei e fui pra agua voltei e me sentei na cadeirinha e ela estendeu a toalha no chão perto de mim e se deitou de bruços exibindo aquele rabo pra mim. Era um olho no oceano e outro na bunda dela. Ela ainda fez questão de puxar mais ainda o pano pra o biquíni ficar mais enterrado.
Botei a tolha em cima das minhas pernas pra disfarçar a tora dura. Depois que deu a hora de vazar. Voltemos e eu fui pra casa de minha tia. A gente estava louca pra tomar um banho descente de chaveiro. Só que lá tinha uns probleminhas de falta de agua. Minha prima tomou banho primeiro e agua já era. Mas ela deu uma solução e me entregou a chave da casa de lia uma prima da gente. Que estava de viagem. E lá tinha agua na caixa pra tomar banho então fui pra lá. Quando eu ia entrando no banheiro. Rute bate a porta perguntando se ela poderia tomar banho depois de mim. Pois na casa dela também faltou agua. Ela entrou e me esperou sair. Ela estava com um shortinho e uma blusinha ainda da praia. Ela tirou o shorte na minha frente e entrou pra o banho. Quando saiu em uma toalha pequena. Dava pra ver as popas da bundona, eu assistia na sala e procurei me ligar na TV. Ai ela vestiu o shortinho dela torando tudo. Bem apertando. E ficou com a parte de cima do biquíni. Passou pela minha frente bem devagar, eu estava deitado no tapete assistindo. Mas Rute queria que eu a assistisse. Rute perguntou cadê o povo dessa casa? Eu disse que só chegam de noite. Ela deitou do meu lado e começou a puxar papo sobre a igreja. E sobre as tentações. Ela ficou deitada de costas pra mim. E de um lado tinha ela e do outro tinha a parede. Ela perguntava sobre as tentações. Eu disse
_ geralmente são mulheres.
Ela_ lá na praia você ficou tentado quando vê mulher de biquíni?
Eu _ sim.
Ela _ ficou tentando quando me viu. Não pode mentir.

Não pude negar e disse q olhava ela e ela disse que notou. Ela perguntou
_você esta tentado agora?

Eu_ ainda não.

Sexshop

Ai ela afastou aquele rabo pra meu lado, jogando a bunda pra minha coxa. E perguntou e agora?
Eu me afastei e fique com o corpo de lado também só que olhando para suas costas. Ela afastou de novo aquele rabo pra cima de mim encostando aquela bunda. A gente ficou de conchinha ali.
Ela pegou minha mão e botou na boxa dela e foi alisando ao mesmo tempo em que empurrava a bunda contra mim. E dizendo
_ e agora?

EU_ me sinto diferente, você faz de proposito.

Ela_ nem tudo, mas isso é de proposito. E pegou minha mão e deslizou sobre as coxas e depois subiu pra pela barriguinha. Ate chegar ao peitão. Ai meu pau deu sinal. E ela sentiu a vara. Por dentro do shorte. Ela soltou minha mão e ficou me olhando enquanto eu apalpava os peitões. Ela baixou o sutiã do biquíni deixando o peito à amostra. Minha mão abarcava aquelas tetas grandes e lisinhas com os biquinhos. Ela virou os peitões pra mim. Deixando eles bem em minha cara. Ela disse
_ gosta?

Eu_ sim.

Ela_ os sente. O sabonete liquida que usei é bem cheiroso NE? Sente?

Ela botou os peitos perto da minha cara. Botei minha fuça no meio dos melões e fui cheirando beijando. Ela disse _ espera. E subiu um pouco em min ficando com os peitos na minha cara. E eu cheirei e chupei, lambia e ela disse que era a coisa mais gostosa. Escorreguei minha mão pelas costas dela. Ela disse
_ irmão cuidado.
E pegou minha mão e desceu pra bunda dela. Ai eu apertei. E fiquei alisando aquela fenda anal enorme e mamando nos peitões. Entre minhas pernas meu pau engrossou e ela sentiu isso. E botou a mão em cima. Como ela estava em cima de mim. Ela sentou pra cavalgar, mas ficou esfregando a buceta na minha rola por cima do pano. Ela disse
_ feche a porta na chave.

Eu fui, enquanto isso ela tirou o shortinho e ficou deitada só de calcinha. Quando voltei me abaixei do lado dela e mais uma vez ela pegou minhas mãos e desceu pelo corpão dela. Ate chegar ao tabaco. Minha vara não cabia na cueca. Beijava ela e com na xana sentindo a divisão da buceta. Ela pediu pra eu tirar minhas roupas e fiquei de cueca, so que a rola estava desenhada na cueca ela ficou olhando e pegou.
Ela abaixou a calcinha com a mao. Mostrando o comecinho da racha. Ai fui puxando a calcinha mais ate ver por completo aquele periquito bronzeado. Eu já estava muito duro. e baixei a cueca Ela botou a mao e segurou firme. Batendo uma. Ela sentia meu pau latejar de tezao. Sentia sua xana molhada e uma babinha. Ela estava excitada. Ela veio pra cima de mim e disse.

_sera que voce aguenta agora essa tentação?

Repousou a buceta por cima do corpo da rola me fazendo sentir aqueles lábios de buceta esfregarem. Ela esfregava e eu urrava de prazer. Ela levantou e me chamou pra o quarto. ela parou na porta e empinou o rabo. Eu a abracei por tras forcando minha vara contra aquele cuzao. Já estava louco de prazer. Minhas abarcavam aqueles peitões. Chupava aquele pescoço. Ela andou comigo grudado nela. Depois subiu e ficou de quatro. Fazendo aparecer a racha. Bem depilada. Botei as mãos naquela bunda e comecei a beijar e morder. Ela disse
_vem brincar?

Subi na cama deitei e ela veio por cima pra esfregar a buceta na minha vara. Eu pedi pra botar a buceta na minha cara. Ela fez uma cara de espanto e depois de safada.
Dizendo que safado!
E se virou e montou em minha cabeça expondo aquele buceta. E ficou rebolando pensando que eu so queria admirar. Mais ai deu uma chupada. Ela gemeu. Agarrado na bundona. A língua subia e descia e ela ia gozar. e minha tora estava entre os melões dela. em uma espanhola. Ela não manjava muito mais foi pegando o jeito. Ela saiu de cima e deitou com os peitos pra cima abrido as pernas pra mim. minha boca percorreu as coxas ate chegar no bucetao.. Arranquei altos gemidos. Que pele deliciosa. Lambi ate ela gozar. na minha boca.
Fui botar a rola nela. Abri bem aquelas coxas. A qual alisava mais que tudo. Encostei a cabeça da rola e empurrei. mais não entrou. E empurrei de novo e não entrou. Ela disse

_nao quer entrar, porque sou virgem. E o máximo que ela fez foi dar o cu um pouco.

Ela arreganhou a buceta pra me mostrar. Eu fiquei mais louco ainda. E disse

_Deixa eu tentar de novo?

Ela ala se abriu e eu botei a cabeça mas escorregou por causa dos fluidos vaginais. ela sentiu uma dor, e disse assim doe, e deu a ideia de sentar. Me deitei e ela veio. Eu segurei a rola ela botou a entrada na cabecinha. E foi soltando o peso do corpo. Estava doendo mais estava entrando, ela sentia a rola rasga-la por dentro. naquela buceta apertada. Ela gemeu alto. _aiiii, aaii entrou. Botei as mãos na coxas dela e forcei pra baixo. Eu disse_ espere, não se mecha. Fiquei alisando aquelas pernas os peitos. Chupando. Ai ela levantou e viu o sangue na cabeça da rola.
Ela se deitou eu limpei minha rola. botei ela de ladinho e soquei de novo bem devagar. E ela sentia a vara entrar toda. Soquei por uns 10 minutos. Perguntei se estava doendo ela disse que não. So ardia um pouco. ela ficou de 4. Eu pedi pra ela empinar bem a bunda. Me posicionei e soquei com gosto na xana esfolada. Aquela buceta me apertava. Botava pra estralar quando socava. Os peitões balançavam no vai e vem. Depois pedi pra ela sentar de novo. Me deitei e ela sentou buceta em mim. minhas mãos na bundona. E os peito na minha cara. Ela gemia demais so pra me fazer gozar mais rápido. Voltemos pra posição papai e mamãe. quando aumentei a velocidade ela com aquelas coxas em volta de minha cintura. Senti o gozo chegar. A buceta bem aberta se oferecer resistência. Estoquei meu pau nela sentindo a fofura das bochechas da buceta. Explodi dentro dela. abasteci ela com minha porra.tirei minha rola branca de tanta porra. Descansemos e fomos pra o banheiro tomar banho. La meu pau subiu de novo. Enquanto a gente se beijava. Ela virou de costa pra dar o cu. Pois a buceta estava doida. Emrrabei ela por trás. Quando achei o buraco. Empurrei mas não entrou muito bem. Abri as nadegas dela e passei o sabonete. Ela arrebitou o cu. E eu botei na entra. E empurrei ai entrou que deslizou fácil. Bombei roladas nela ate gozar. ela sentiu um jato de porra dentro dela. me senti realizado. Pra terminar ela queria que a chupasse de novo. Voltemos pra cama ela abriu as pernas e ficou me olhando e esperando. Ai não resisti e chupei a xana toda e ela gozou que revirou os olhos. Depois foi mais vara. Ate que deu a hora da gente volta pra casa de minha prima. Isso sim são férias.

Sexo por Telefone

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.