Comi o casado curioso no carro

Olá, faz tempo que não escrevo por conta da correria do dia-a-dia, mas vamos ao que interessa.
Sou branco magro barbado 1 68 58 kg 20 cm de pica.
Um belo dia resolvi acessar a sala de bate papo estava com um tesão da porra. Coloquei o Nick “dotado quer cu”. Os passivos votaram para cima. Mas oque me chamou atenção foi um com o Nick “Casado curioso”. Papo vai papo vem e trocamos WhatsApp. Ele sempre receioso porque ele é casado e Manaus é uma cidade que todos se conhecem ou tem amigos em comum. Dei a ideia de fazermos vídeo chamadas para ele ver meu pau e ver se me conhecia de algum lugar. Ele estava no banheiro pois a esposa estava em casa. O cara é muito gostoso. Estilo de academia, braços

 

grandes, peitoral e principalmente a bunda. Oque eu gosto mais por sinal. Ele tinha me dito que não tinha dado ainda. Pensei que fosse papo de passivo e nem dei bola para isso, afinal queria era comer. Não tínhamos onde curtir, então ele deu a ideia de me mamar no carro dele. Tudo bem já era pelo menos uma mamada naquela noite. Ele só daria um jeito de fugir da esposa.
Marcamos umas quadras distantes da minha casa. Ele demorou mais que o esperado pensei até que teria desistido. Ate que o carro com as características que ele deu chegou e em seguida a mensagem confirmando.
Entrei no carro e o cara estava visivelmente nervoso. Então direcionei ele para um lugar escuro e seguro mas ao lado tinha um quiosque de lanche e algumas pessoas. Como o carro é 100% de Insulfilm não me importei. Sem mais delongas fui botando meu pau logo para fora e eu como não uso cueca já ajuda bastante. Já estava duro como pedra. Meu pau baba bastante então na hora que ele pegou já foi melando a mão dele. A mão gelada deu uma sensação gostosa ele estava tão nervoso que não sabia oq fazer. Ele disse que apenas tinha pegado no pau de outro homem e batido uma junto com o cara.
Então fui empurrando a cabeça dele em direção ao meu pau. Ele ainda inexperiente batia o dente no meu pau então fui falando baixinho pra ele como ele tinha que fazer. O cara safado e esperto foi aprendendo rápido.
– teu pai é muito grande não vou engolir todo. – então aí que eu empurrava mais. Ele se engasgava oq me dava mais tesão em ver isso.
Então ele ficou ali chupando meu pau e a vontade de comer aquela bunda gostosa só aumentando.
Peguei e enfiei a mão dentro do short dele, shorte de jogar futebol então foi fácil. O safado TB estava sem cueca.
Quando cheguei no buraquinho dele percebi que realmente ele era virgem pois o cu mais dava pra meter o dedo.
Achei estranho pq estava melado.
– eu passei lubrificante caso me desse vontade de dar.
Porra ouvir aquilo me fez pirar.
Tínhamos que parar as vezes por passar pessoas próxima ao carro.
Fiquei brincando com aquele cu virgem e lubrificado. Enfiava 1 dedo, 2 e ele gemendo cada vez mais. Quando ia meter o 3° dedo ele mandou parar se não ele ia gozar.
Então falei que queria comer o cu dele.
– vamos para outro lugar quero ti comer cara.
-nao vou aguentar esse pauzao muleke.
Aguenta sim, já tô com 2 dedos entalados no teu cu abrindo caminho.
Então fomos para uma feira coberta próximo de onde estávamos, tinham algumas pessoas na feira mas nada que atrapalhasse.
Então ele me chupou mais um pouco e pegou o lubrificante do porta luvas.
Passou no cu e me deu uma camisinha, passou mais lubrificante no meu pau afastou o banco e veio sentando de costas para mim. Eu sem me mexer deixei ele a vontade.
Ele ia sentando e gemendo pra caramba. Aquilo fazia meu pau latejar. Ele tentou sentar 1,2,3 na 4 tentativa ele já foi enfiando tudo. O puto gemia que nem uma cadela. Eu tive que botar a mão na boca dele para ninguém ouvir.
Ele já rebolava que nem uma puta sedenta por pica. Ele ficou de coca e eu comecei a meter. O espaço não ajudava muito mas era oq tinha.
Então quando percebi o vidro já estava embasadando. E ele quicava ao ponto do carro balançar. Uns
2 flanelinhass passavam perto e dava pra ver que até olhavam para o carro. Então tinha que acelerar.
Avisei que já ia gozar. Por sinal, já estava quase tinha segurado duas vezes já. O cu dele apertado demais.
Então ele acelerou mais ainda as sentadas. O carro pulava pra porra. Quando avisei que ia gozar.
Ele TB disse que ia gozar.
Então quando percebi que ele já estava gozando fui acelerando e gozamos juntos. Ele gemeu muito alto com voz grossa de macho. Dava pra ver os flanelinhas olhando para o carro e ainda passavam a mão no pau. Mal sabiam que eram dois machos hehehe.
Então ele levantou tirei a camisinha abri a porta do carro e joguei. Os flanelinhas ainda gargalharam. Ele me deixou em casa e ainda mantemos contato. Comi ele de novo, só que na minha casa agora. Conto esse que descrevo depois.
Conto verídico ein.

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.