Comi a Coroa fogosa do curso no carro dela

Olá td bem com vcs?

 

Vou contar mais uma das minha aventuras, dessa vez aconteceu com uma coroa bem gostosa.

Hoje eu tenho 30 anos, mas na época eu deveria ter uns 21 ou 22, fazia um curso de inglês no centro da minha cidade toda terça a noite, as aulas eram até as 22h00 e tinha que voltar pra casa de ônibus.

Na minha turma tinha mais 5 pessoas, um homem e mais 4 mulheres, todas gostosas mas a Thaila é que me chamava a atenção, ela é uma coroa, na época devia ter entre 40 a 45 anos, casada, loira e bem gostosa, peitos grandes e uma bunda bem arrebitada, a gata tinha uma cara de safada que me chamou a atenção desde o primeiro dia de aula, como não sou bobo resolvi me aproximar mais dela.

Pegamos uma amizade com o passar do tempo, e conforme nossa proximidade, ficamos mais íntimos, ela falava do casamento dela, reclamava do marido que a traia, que estava se separando e essas coisas, sempre ouvia atentamente o que ela dizia e sempre aumentava o ego dela pois ela estava carente. Realmente não entendia o marido largar uma mulher gostosa daquela em casa.

Com o tempo eu lançava muitas indiretas nela, olhava pra bunda dela com cara de tesão e ela ria bastante mas nunca reclamava, eu dizia…

– Vou te pegar hein, fica esperta. Ela dava risada
– Você não aguenta comigo. Ela dizia rindo
– Gostosa do jeito que você é deve dar muito trabalho. Dizia eu sendo mais ousado

Ficávamos nessa brincadeira por muito tempo tempo mas nada acontecia, e eu já tava louco, porém tudo mudou em um dia que os ônibus entraram de greve, eu não tinha como voltar pra casa dependia do transporte público, como não dinheiro pra táxi, o jeito foi ir andando uns 6 kilometros pra casa. No meio do caminho ela me liga preocupada pois não tinha ônibus.

– Por que vc não me avisou bobinho, eu te levava em casa. ela disse no telefone
– Não queria te incomodar. Respondi
– Me fala onde você está que vou te buscar.

Passei o endereço pra ela e depois de uns 5 minutos ela chega no carro dela.

– Você hein, ia andar tudo isso? devia ter me avisado gato.
– Sim, mas não queria te incomodar. Nessa hora reparei nas pernas dela, a gata estava de vestido e as coxas dela me deixaram doidinho.
– Gostou do que viu? Ela me pergunta levantando um pouco seu vestido e mostrando a calcinha. Nessa hora não aguentei e partir pra cima, fui beijado aquela boca gostosa e com a mão na coxa dela e subindo, subindo até chegar na calcinha, com meus dedos afastei um pouco pro lado e pude sentir seu tesão, toda molhadinha, coloquei meu dedo dentro dela e nessa hora ela mordeu mais forte meu lábio.

– Desculpa gato, ela disse e continuou me beijando. Fui aumentando a dedada que dava dentro da bucetinha dela, ela não se controlava, pegou na gola da minha camisa e puxava gemendo de tesão, nessa hora já estava com dois dedos dentro dela e a putinha gozou, lambi o melzinho gostoso que sai dela e ficou no meu dedo, depois me toquei que a gente fez tudo isso dentro do carro na rua, sorte que não passou ninguém e os vidros do carro dela são escuros, falei pra ela ir em uma determinada rua pois eu sabia que ali ninguém ia ver por ser uma rua muito deserta e pelo horário.

Chegando lá já fui colocando minha rola pra fora, não sou dotado como muitos desses contos falam, tenho 17cm e que dá muito trabalho pras gatas. Ela se inclinou no banco e foi me chupando, chupava muito gostoso, batia com a rola na cara da safada e ela adorava, lambia meu saco, passava a língua na cabeça da rola, me punhetava, trabalhava muito bem na minha rola, inclinei o banco um pouco pra trás e ela veio por cima, cavalgava sem parar, quando reparei que uma pessoa estava andando na rua só que do outro lado, ela parou de cavalgar pro carro parar de balançar e a pessoa não perceber, quando foi embora, continuamos a transar e dávamos risada do que tinha acontecido, disse que queria comer ela de 4 e a putinha rapidinho empinou a bundinha, fui bombando bem gostoso e olhando por cuzinho dela, pedi pra comer e ela não deixou, disse que não curtia anal e eu não insisti.

Bombava com força, os vidros do carro já estavam todo embaçado devido o nosso calor, continuava bombando e ela gemendo pedindo pra não parar até ela gozar e ficar molinha, tirei minha rola dela levantei um puco vestidinho e gozei na bundinha da gostosa, gozei muito.

Nos limpamos e ela me deixou em casa dizendo que não via a hora pra próxima.

Esse conto é totalmente verídico e tive mais momentos com ela, logo menos eu posto mais, abraços

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.