Chupei um amigo do meu filho enquanto ele dormia

Primeiramente gostaria de me apresentar pois esta é a primeira vez que escrevo no site. Confesso-lhes que ultimamente comecei a ler alguns relatos e cheguei a entrar em contato com diversos leitores e finalmente cheguei ao pessoal do 8ctogno Fetiche e ele me encorajaram não so a relatar o que faço mas inclusive fazer mais, arriscar mais.

LibidGel

Tenho 43 anos, sou loira de olhos claros, tenho a pele com sardinhas principalmente na região entre os seios. Sou de estatura media para baixa, sempre cheirosa, seios fartos, mãos e pés sempre impecáveis, afinal meu ex marido sempre amou beijar meus pés, minha profissão, no momento, acredito não fazer diferenca. Meu bumbum é firme e empinado decorrente dos anos de yoga, não é muito grande, mas é faminto, sempre gostei muito de sexo anal. Na gestação dos meus filhos fazia praticamente anal todos os dias, e meu ex marido era muito bem dotado, grande e sempre fiz tudo com muito prazer.

Ja tive diversas experiencias, algumas coisas nada ortodoxas antes do meu casamento e outras que aconteciam em alguns momentos que brigávamos e nos separávamos por algum tempo, sempre descontei a raiva nesses momentos fazendo muito sexo, ao ponto de, pasmem, sair em madrugadas por bares de Sao Paulo experimentando a maior quantidade de paus possiveis, tomando esperma de muito desconhecidos, chegando inclusive a passar de dez anônimos numa so noite. Apesar dos riscos nunca tive doença alguma, sempre me tratei e hoje em dia me vejo equilibrada.

No entanto, ontem fui tomada por um tesao que ha muito tempo não sentia, fomos fazer um bate volta na praia, fui eu, meu filho mais velho e dois amigos deles. Chegamos bem cedo em nossa casa e logo foram para a praia aproveitar, eu fui um pouco mais tarde, fui com meu maio preto, um tamanquinho de madeira que amo e chapeu, e sempre fui cheirosa. Cheguei e encontrei onde eles haviam deixado as cadeiras, meu filho havia sido com o outro amigo e este estava la, e inevitavelmente vi o volume na sua sunga vermelha, meu Deus, pensei, como um rapaz que acaba de completar 18 anos pode ser tao bem dotado assim, na sequencia me percebi patética e voltei a prestar atenção em outras coisas, mas com o tempo senti uma duvida, comecei a suspeitar de que havia um interesse da sua parte por mim. Ele começou a conversar comigo e percebi que não tirava os olhos dos meus pes, resolvi fazer um teste e tirei o excesso de areia e comecei a passar protetor neles, eu os virava bem em sua direcao e, apesar dele usar óculos escuros, percebi que seus olhos seguiam meus dedinhos. Depois passei em outras partes do meu corpo e principalmente entre os seios, me pareceu que alguma coisa mexia naquele volume, mas preferi nada dizer.

Sexshop

Mais tarde quando fomos para a casa fui preparar almoço para a turma e nisso eles chegaram, meu filho foi direto para o banho porem os dois ficaram conversando numa parte da casa sem saber que eu ouvia, escutei eles dizendo: nossa como ela e gostosa, vontade me pegar ela de quatro e meter sem do, imagina uma espanhola naqueles peitos, eu ouvia cada uma dessas palavras e suava frio de tesao. E continuaram, o da praia disse que querida me comer enquanto enfiava meus pés inteiros na boca, e por fim concluíram que seria uma delicia uma duplapenetracao em mim. Confesso que fiquei muito excitada de imaginar dois jovens recém completados 18 anos querendo me comer com gosto, foi difícil me concentrar mas consegui retomar o almoco, mas entre uma mexida e outra na panela eu me tocava levemente por sobre o maio.

Servi o almoço para eles, comi com eles tambem, mas mal conseguia encara-los nos olhos tamanho era o tesao e a vergonha. Depois do almoço disse pra eles tirarem um cochilo que eu ia dar um jeito na cozinha. Na casa temos um quarto de casal e um outro com uma beliche, disse para meu filho ir dormir na cama de casal e que eles ficassem no quarto de beliche. Depois de terminar a louca fui dar uma olhada nos meninos, meu filho roncava, e sei que iria assim por uma duas horas, e no quarto dos outros dois ambos dormiam, o pauzudo da praia estava na parte de cima da beliche, só de sunga e virado com aquele volume pra cima. Sai do quarto antes que eu cometesse uma loucura, mas ledo engano, pouco tempo depois eu estava ali, ainda de maio, agora descalça e meu rosto quando se aproximava da beliche ficava na altura exata de uma chupada. Fiquei neste jogo de exitacao por um tempo ate que resolvi arriscar, e bem de leve me aproximei e comecei a acariciar a sunga dele, com muito cuidado, senti uns primeiros espasmos, e so dai seus olhos abriram, coloquei a mao na boca e fiz sinal de “shiu”, ele estava numa mistura de sorriso de canto de boca e confusão.

Olhei e o de baixo dormia feito pedra, que vontade de acordar os dois e realizar o sonho da dupla penetracao, mas enfim, não era hora… ainda!!! (assunto para depois). Acariciava seu pau com a palma da minha mao, percorria todos o seu membro apalpando, massageando o saco, subindo, dando uns apertões na cabeça de seu pau, e ele so endurecia e crescia, a sunga foi ficando pequena, puxei seu pau pela lateral e saiu um membro duro, grosso, grande, cabeça inchada e vermelha, meus olhos brilhavam, e logo ja fui massagear, para meu espanto ele disse quase sussurrando: tia eu não sei se aguento segurar, sou virgem. Como um pauzudo daquele era virgem? Bom isso so me excitou. Pedi pra ele se virar e vir um pouco mais para a beirada da cama, fiquei na ponta dos pés e disse: tudo bem, quero que goze bem gostoso para eu tomar seu leite, e nisso coloquei seu pau na boca, por conta da posição não pude enfiar inteiro, mas consegui colocar a boca, e como ele mesmo disse não aguentou nem um minuto, e senti um esperma virgem encher minha boca e descer pela minha garganta, que delicia porra quente e fresca, chupei ate perceber que ele recuava, sentia os espaços pôs gozada. Olhei pra ele e disse: que acha de realizarmos a dupla penetração que falaram? Converse com seu amigo e a gente pode tentar hoje mesmo despistando meu filho.

Dei uma piscadinha e sai. Eu estava com muito, mas muito tesao.

Logo mais continuo a descrever.

Se alguém quiser se contatar criei este email: [email protected]

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.