Casado com a mulher puta

A idéia de ver minha esposa novamente sendo fodida por outro macho me deixou tremendamente excitado, não só eu, ela também ficou muito excitada pois já fazia uns 4 meses que não sentia outro pau na sua buceta que não fosse o meu, isso para um hotwife é uma eternidade, durante uns dias esperamos a ligação dele, uns 3 dias finalmente ele ligou no início da noite, eu estava no banho, porém Belly foi até o banheiro.

 

– Então você quer jantar comigo hoje a noite. O celular estava no viva voz.

– É, gostaria de te conhecer melhor, nosso encontro foi rápido, maravilhoso, mas rápido.

– Verdade, você achou maravilhoso! Belly sabia como ninguém provocar fazem uma voz sexy. Eu também gostei muito do gosto e quero mais.

– Nossa gata já estou de pau duro. Respondeu ele. Tem muito mais porra pra você aqui guardada comigo.

– Uau, já estou ficando molhadinha de tesão só em pensar, porém eu sou casada como vou sair de casa meu marido vai desconfiar.

– Inventa uma história, tenho certeza que vai valer a pena.

Nessa altura Belly olhou para mim querendo saber o que eu achava da idéia, dei um sinal aprovando a idéia.

– Tá vou inventar algo, onde te encontro? Ele passou o local. Tá, sei onde é, daqui uma hora ok, beijo.

Belly então tirou a roupa e entrou no chuveiro comigo, já foi me beijando e sussurrando no meu ouvido.

– Hoje sua esposinha vai voltar pra casa toda arrombada e com a boquinha cheirando porra de outro macho, do jeito que meu corninho gosta. A safada já começou a bater uma punheta pra mim. Quero dar até o cuzinho pra ele hoje. Anal não muito a preferência da Belly, só faz quando está com muito tesão, e eu sabia que ela estava, gozei na mão dela. Agora vai se trocar e deixa eu me preparar para o meu novo “amiguinho”.

Resolvemos que eu iria leva-lá até o restaurante e que iriamos entrar separados, aí no meio da conversa iria insinuar que eu era um cuckold (Corno Manso), se ele não se importasse eu iria junto se ele não topasse ela iria com ele e ainda se eu desconfiasse de algo estranho não levaríamos o encontro adiante, assim fizemos, deixei Belly meio quarteirão antes do restaurante e após estacionar o carro entrei, Belly já estava sentada no maior papo com o tal do Lucas, procurei uma mesa que pudesse observar os dois, Lucas era um rapaz realmente bonito, bem jovem e atlético, não me pareceu ter nada de errado com ele, pedi o jantar, eles também, em um determinado momento percebi que ela deveria ter abordado o assunto sobre mim, percebi que ele ficou meio inquieto, disfarcei o máximo para que ele não percebesse que o corno era eu, alguns minutos depois vi Belly pegar o celular, meu coração disparou será que iria ter a oportunidade de ver minha mulherzinha puta em ação novamente? Percebi que tinha chegado uma mensagem, abri:

“Ele topou, me espera no carro.”

Pedi a conta e sai, como bom e experiente corno já sentei no banco de trás, afinal quem se esconde é o marido, nunca o comedor, alguns minutos depois os dois chegaram e ele assumiu o volante.

– Amor esse é o Lucas que eu falei.

– Olá. Respondi. Tudo bem?

– Tudo, estou um pouco sem jeito com a situação.

– Não liga pro corno do meu marido. Disse Belly já alisando o pau dele. Hoje a noite é nossa, ele só assisti.

Para a grande maioria dos homens isso seria uma ofensa, porém para nós cuckold isso só faz aumentar o nosso tesão, chegamos ao motel e entramos sem problemas; já no quarto Belly se mostrou a hotwife que ela era, já foi para cima do macho beijando e se esfregando nele, logo Lucas já estava completamente nu e minha esposa já engolia a pica dele.

– Estava louca para chupar essa piroca novamente. Dizia ela. Adorei o gosto dela, é tão grossa e dura.

Lucas batia com o pau no rosto dela. Isso macho gostoso, bate com essa pica na cara da sua puta.

– Vou comer você todinha hoje. Dizia ele. Quero arrebentar essa buceta. Segurando a cabeça de Belly com as mãos e dava estocadas fortes com seu pau na boca dela. Isso sua putinha engole minha pica toda.

Isso é outra coisa que nos dá muito tesão, ver nossa esposinha ser tratada pelo macho como uma verdadeira puta, isso também enche a hotwife de tesão, pois o que ela quer é dominar o corninho e ser dominada pelo comedor; Belly o empurrou até ele se deitar na cama, e sem deixar de chupar o pau do Lucas me disse:

– Olha corninho, que piroca dura, grossa e gostosa, sua mulherzinha vai gozar muito hoje.

Belly então foi se livrando das roupas, até ficar também completamente nua, de repente ela fez algo que até então nunca tinha feito, olhou para o Lucas e perguntou:

– O meu corninho pode por a camisinha no seu pau?

– Pode. Disse ele olhando meio sem jeito para mim. Porém já vou logo avisando que não curto bi.

– Ele também não, mas como ele é meu corno vai ter que aprender a preparar meus machos. E olhando para mim ordenou. Tá esperando o que? Põe logo a camisinha nele, estou louca pra sentir essa piroca dentro de mim, se não vai por pode sair do quarto e esperar no carro.

Eu quiz argumentar algo, porém ser dominado por ela ssim me deixava maluco de tesão e ainda não aguentaria ficar no carro sem ver minha puta em ação, desse jeito, como um bom e obediente cuckold, peguei a camisinha, abri e meio sem jeito fui colocando na pica do Lucas, confesso que a sensação daquele membro duro na minha mão não me agradou, porém ver a cara de satisfação de Belly e me sentir completamente dominado por ela me fez quase que enlouquecer de prazer.

– Isso, você é um ótimo corno manso. Disse ela já subindo em cima do Lucas e esfregando o pau dele na sua bucetinha já toda enxarcada. É por isso que eu te amo.Então minha adorável esposa fez aquela piroca sumir dentro da sua buceta.

– Aiiiii caralho. Gemeu o macho tendo seu pau todo agasalhado na grutinha umida e quente da minha esposa. Que buceta gostosa você tem.

Belly em retribuição ao elogio, passou a rebolar com o pau dele dentro dela, arrancando ainda mais gemidos de prazer do seu novo “amiguinho”, depois começou o movimento de sobe e desce fazendo Lucas ir a loucura.

– Caralho, aiiiiiii, que puta gostosa. E olhando para mim disse. Cara sua mulher mete demais.

Eu estava em pé, bem ao lado da cama, a cena era extremamente excitante, Belly estava com os olhos fechados, as duas mãos apoiadas no peito de Lucas, com uma habilidade tremenda apenas mexia o quadril fazendo o pau dele entrar e sair da sua bucetinha, ouvia os gemidos de prazer dele e o ruído dos corpos se chocando, porém Belly não emitia nem um som, parecia estar em transe, apenas esperando o momento certo, esse momento chegou na forma de um grande gozo.

– Tô gozando! Gritou ao mesmo tempo em que como uma possuida rebolava na pica do amante. Que cacete gostoso você tem Lucas.

Nessa hora ela e deitou sobre ele e começou a beija-lo, estava suada e ofegante, percebi que tinha tido um gozo bem forte mesmo, ficaram assim abraçados por alguns poucos segundos, minha esposa então saiu de cima e segurando a piroca dele me mostrou.

– Olha corninho, o pau do meu macho está todo melado com o gozo da sua mulherzinha. Realmente o pau do Lucas estava todo melado com o gozo da minha putinha. Vem meu comedor, me fode de quatro agora.

Belly então ficou na posição, com o tronco totalmente colado ao colchão da cama e a bunda bem empinada, era uma imagem linda de se ver, minha mulher se oferecia por completo ao seu comedor; Lucas começou devagar, mas aos poucos foi aumentando a velocidade das estocas na buceta da minha esposa, ela agora gemia alto como um verdadeira puta.

– Fode minha buceta. Gritava, tenho a certeza que os quartos vizinhos ouviam ela gemer e gritar. Fode gostoso.

Belly então gozou outra vez, Lucas continuou metendo a fazendo gozar pela terceira vez, Belly então o fez parar e disse.

– Quero seu leitinho bem aqui na minha boquinha.

Arrancou a camisinha dele e começou a bater uma punheta pra ele.

– Goza meu macho, quero esse leitinho gostoso.

O primeiro jato atingiu o rosto dela, mas rapidamente ela abocanhou a cabeça da pica dele não perdendo nem uma gota de porra; eu também estava me masturbando e quando Belly já tinha engolindo toda porra do Lucas, virou para mim e disse.

– Isso corninho manso, goza você também na boquinha da sua putinha.

Não resisti, gozei gostoso e Belly também tomou toda minha porra; cansados nos deitamos os três, com Belly no meio fazendo carinhos nos nossos cacetes.

Sexo por Telefone

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.