Atiçando o instrutor na academia

Sou Raquel, 41 anos, casada a 5, moreninha clara, peitinhos grandes, bundinha média e do cúzinho experiente.
Hoje foi meu primeiro dia na academia. Maridão pediu para eu me exercitar para poder ficar mais saradinha para os meus comedores. Então, e claro, foi a academia, lugar de muito homem gostoso. Fui logo de putinha, calça legging fitness branca, sem calcinha, atraz enfiada no rabo e na frente partindo a bucetinha. Bem ao estilo, papai quero dar. Maridinho adorou as fotinhas que mandei no Wats. Por cima uma blusinha leve rosa, Minha barriguinha está mais ou menos ok, mas não posso descuidar. Sempre tem uns quilinhos para perder, né?.
O instrutor, um japonês muito simpátinho ficava toda hora do meu lado me ensinado os exercícios, a posição correta, essas coisinhas, muito atencioso o rapaz. Fui puxando pago com ele, mas ao mesmo tempo de olho em outros bofes, afinal marinho quer pica na sua esposa.
No final perguntei: – Então, o que vc achou do meu primeiro dia.
Japonês: – Só não pode desistir, provavelmente amanhã estará meio duido.
Eu: – Ai, ai, Quem vai me fazer massagem????
Japonês: – Vai precisar.
Eu (rindo): – Você faz em mim?
Japonês (rindo): Aqui não dá.
Eu: – A gente pode ir para algum lugar que dê, né?
Japonês (meio assustado): – Nossa! Isso é uma cantada?
Eu (abaixando a cabeça, olhando para a raxa toda suadinha e dividida, que ele não tirava o olho): – O que vc acha??? Tambem conheço uns exercícios de subir e decir no mastro que vc nem imagina.
Japonês (já mais saidinho): – Verdade, quando pode me mostrar?
Eu: – Hoje não vai dar, marinho marcou de me buscar e de me levar para casa. Na próxima semana venho de carro e gente faz esses exercícios. Combinado.
Ele riu (e apontando para o meu anel de casada): – Vc não é casada?
Eu: – Sim, porque? É ciumento?
Ele: – Eu não.
Eu: – Então, o maridinho também não.
Vi o carro do mozão chegando no estacionamento da academia e me despedi: – Vou indo nessa, maridinho chegou. Outro dia continuamos tá.
Ele: – Não vai desistir da academia, heim!!!
Eu (dando aquele risinha de putinha): – Interesseiro.
Passei por ele e como estava do lado do balcão, enfiei a mão por cima do seu moletom e senti a piroca já bem durinha.
Eu: – Hummmm, vi que gostou. Quero tudo isso no meu rabo heim. Tchau.
Deixei ele sem palavras. Fui pro carro e beijei mozão que me recebia. Vi que ele estava de olho, dei tchauzinho com os dedinhos, Mozão também acenou para ele. Com certeza o safado ia ficar imaginado aquela sua piroca no meu rabo.
Mozão adorou a investida. Combinamos que de atiçar-lo bastante, mas dar uma de difícil. Difícil, eu???? Kkkk

Sexshop
Sexo por Telefone

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.