Amiga vadia da minha prima gostosa

Minha prima Brenda (ler o conto Prima gostosa do interior) com o tempo de faculdade começou a travar amizades com varias garotas e entre elas Glaucia se destacava por ser muito gostosa e desinibida. Ruivinha e muito fã de academia sempre exibia a bela forma com roupas justas ou curtas. As saias curtas que ela usava revelavam as pernas grossas e firmes e me deixava sempre com o cacete duro e cheio de vontade, carne nova e cheirosa.

 

Glaucia morava perto do meu apartamento e começou a frequentar muito meu apartamento com a desculpa de estudar com a Brenda e com isso passávamos quase todos os finais de semana juntos. Minhas transas com Brenda acabaram diminuindo devido ao ritmo da faculdade e a presença consta de Glaucia, mas eu sempre fui de muito sexo e a situação passou a incomodar, pois não gosto de viver de punheta.

Desde o inicio já tinha sacado as olhadas de Glaucia pro volume do meu pau e após vê-la com short curto e bem socado na bunda e rego, realçando a buceta bem definida e revelando os gominhos da bela bunda provocante. Estava tentando mexer com minhas planilhas na mesa, mas estava difícil focar, pois Glaucia estava a minha frente com um short de lycra e podia jurar sem calcinha, pois a buceta estava bem rachada.

Como não ficar de pau duro? Eu notava as investidas dela, mas estava tendo um lance legal com Brenda e não queria perder isso. Na primeira oportunidade um dia ela aproveitou que Brenda estava mais falante que de costume e soltou do nada um:

_ Brenda, você podia deixar o Wilson me ajudar a mexer no meu guarda roupa, pois o traste do meu namorado não presta pra nada e não tenho dinheiro pra pagar um profissional. Pediu Glaucia sorrindo

_ Se for apenas pra ajudar com o guarda roupa. Tudo bem! Responde Brenda sorrindo.

Após almoço enquanto Brenda ia pro quarto cochilar peguei minha caixa de ferramentas e furadeira pra mexer no guarda roupa da Glaucia e a segui para o apartamento dela. Se não fosse gostosa, eu teria inventado qualquer desculpa pra não ir. O guarda roupa deu trabalho e devido ao calor acabei suando muito. Glaucia me trouxe uma cerveja pra mim e falou pra ficar a vontade, pois iria tomar um banho rapidinho.

Nem tinha notado que a Glaucia tinha saído do banho e só notei a presença dela devido ao cheiro bom de corpo perfumado.

Enrolada na toalha ela foi até onde eu estava e disse pra pegar outra cerveja e ficar a vontade enquanto ela se trocava no quarto. A vadia estava mesmo querendo me provocar, pois a toalha revelava boa parte do corpo e os bicos dos seios estavam pontudos revelando o quanto ela estava excitada e precisando sentar com força numa vara. Foi de toalha onde eu estava apenas pra me provocar.

Ainda suado devido a ter consertado o guarda roupa acabei tirando a camisa pra refrescar um pouco. Glaucia volta e morde os lábios ao me encontrar sem camisa e sem dizer nada se achega e acaricia meus ombros por trás do sofá. Ela da volta e me olhada enquanto continua me acariciando, passou a mão de leve sobre meu pau, me deixando excitado e de pau duro facilmente. Ela notando sorri maliciosa e desce a mão por cima da minha bermuda.

_ Excitado né safadinho? Você tem um pau gostoso de acariciar Glaucia era mesmo ousada.

_ Culpa sua vadia. Já que sabe provocar agora mostre que sabe chupar um pau duro. Instigo-a

_ Será que Brenda foi dormir mesmo? Talvez ela estranhe sua demora aqui comigo e decida aparecer aqui. Pondera Glaucia temerosa.

_ Se ela aparecer eu como vocês duas juntas. Você me deixou de pau duro agora me satisfaça. Ordeno sem a deixar pensar

Glaucia se ajoelha e começa a beijar todo o meu pau antes de começar o boquete. Os lábios carnudos e molhados despertavam sensação de estar fodendo uma buceta, estavam quentes. Ela sabia mesmo como se apossar de um cacete e chupar bem gostoso, muito excitado começo a socar de leve a boca dela e num relance a nota se masturbando no grelo.

_ Chupa com gula safada. Provoco Glacia.

_ Vou mamar gostoso nesse cacete. Avisa Glacia me chupando com muita vontade

A puxo pelo cabelo forçando se levantar e a jogo no sofá. Abocanho seus seios, os mamilos durinhos já, o tesão já havia se apossado de ambos. Atolo um dedo na buceta dela e um no cuzinho e começo a mordiscar os mamilos e ela se contorcendo pede pra castigar com força e a rebolar em meus dedos.

Doido pra comer ela logo após fazê-la gozar em meus dedos a faço ficar de quatro no sofá e sem frescura começo a bombar forte na buceta. Empinando a bunda meu cacete é engolido até o talo e começo a fuder com força. A buceta molhada produzia um som gostoso e o cheiro do mel invadia minhas narinas e a forcei arreganhar ainda mais a buceta, meto um dedo no cuzinho dela e ela fica faminta de sexo.

Bela amiga vadia penso comigo

Soco muito naquela buceta ensopada, mas a visão daquele cuzinho piscando me faz desejá-lo ardentemente.

Notando que Glaucia estava prestes a ter orgasmos tiro meu pau e, enfio minha língua na buceta molhada e ela começa a gemer mais alto, despertei nela um tesão incomum e ficou evidente o quanto ela era mal comida. Meu cacete pulsava doido pra comer o cuzinho rosado de Glaucia com força.

Não hesitei e comecei a penetrá-lo sem dó, botei a cabeça do meu pau na entrada e fui forçando passagem, ela arreganha as pernas. Meto e aos poucos começo um vai e vem frenético e ela começa a rebolar ainda mais enquanto se masturbar.

_ Você gemendo da mais tesão Glaucia. Elogio

_ Me fez virar uma puta. Há muito tempo não dou o cuzinho me faça gozar. Pede ela quase rouca

_ Foder muito esse seu rabão putinha. Provoco-a

_ Me come e me arromba toda! Implora Glaucia bem tesuda

Ela me instigando despertava ainda mais tara e passei a meter forte no cuzinho dela e ela esfolava o grelo com gula de fêmea no cio até que começou a ter sucessivos orgasmos.

Os gemidos dela e o corpo arrepiado me fizeram entrar em êxtase e o meu orgasmo veio forte.

_ Que cuzinho gostoso. Comento me deixando cair de lado. Elogio

_ Gozou gostoso? Pergunta ela satisfeita me olhando

Acabei não resistindo à pergunta e me aposso da buceta encharcada e a faço gozar forte com minha língua.

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.