Agora vocês podem me chamar de vadia

já no outro dia papai me levo para escola pois ele tinha que encontrar um cliente mais tarde .
qual foi minha surpresa quando papai paro o carro em frente da escola o André tava lá me esperando ,fiquei paralisada de medo dele vir conversar comigo perto do papai .
mais tudo deu certo papai foi embora e só depois ele veio conversar comigo , do jeito dele de malandro me chamando de menina .
eu disse que não gostava de ser chamada assim eu não era mais criança ,ele riu e disse então menina vó te chamar de que .
eu disse que tds me chamam de sofe ,ele sofe de Sofia .
eu disse tem nd a ver eu me chamo Sueli sofe é um apelido que minha família me deram .
ele do jeito dele falo tanto faz tá bom sofe ao entrar ele ja queria me levar pro banheiro dos meninos eu me recusei pois tinha gente lá , ele to nem ai pros cara e só eu entrar ponho tds para fora , fui firme e disse não então o André falo bem assim .
___então vai se foder piranha como vc tem de monte que não fica fazendo doce ,por isto eu não gosto de neném que se acha mulher .
largando minha mão ele se perdeu na multidão de alunos que ali estavam .
eu fiquei ali querendo não sabendo o que ,pois não sei por que mais o jeito de mau humorado dele me atraia
no recreio lá to eu olhando para aquele deus negro já com a calcinha molhadinha pensando naquele ´pau negro em minha boca não me aguentando fui ao banheiro me aliviar ,não demoro muito eu cheguei ao orgasmo nos meus dedos mágicos , já podia voltar ao pátio tava aliviada .
neste dia não ocorreu mais nada td normal eu comendo o André com os olhos e ele fazendo de conta que eu não existia .
assim foi um semana ate que em um recreio eu tomei coragem e fui falar com ele .
ele ignorante com um bad boy ele disse não quero saber de vc neném , isto me deixo com mais raiva ainda eu já disse que não só criança ,ele então prove depois do recreio pede para ir ao banheiro e nos encontramos lá ,disse ok .
e assim foi quando eu desci antes de chegar ao banheiro feminino a gente passa do lado do masculino foi nisto que uma mão apareceu e me puxo para dentro ,quase gritei de susto mais o André tampo minha boca .
ele me levando para o fundo do banheiro no ultimo box quando ele abre a porta esta lá Paulo amigo dele de bagunça e o Antonio irmão mais novo dele .
eu quando vi os dois quis sair correndo ele me segurando disse que foi depois vc não que que a gente te chama de neném né se fosse mulher não ficava com medinho , foi ai que os dois tmb começaram a me zoar eu nervosa disse que era mulher e não tinha medo deles só não ia dar pro três , ele disse não é nd disto eles vão vigiar para minguem pegar a gente transando , eu falei e quem disse que vamos transar .
ele fico com raiva e me jogo porta a fora do banheiro eu cai no chão do corredor , fui ao banheiro feminino chorei um pouco e enxugando as lágrimas voltei para classe .
no outro dia eu queria falar com o André mais ele me ignorava ,parece incrível mais quanto mais ele me tratava mau mais eu o queria , parece coisa de filme mais era verdade .
depois de um mes sendo ignorada eu chamei ele deixaria ele fazer o que quisesse .
ele me disse que ate ficava comigo mais seria do jeito dele pois ele não queria namorada , eu concordei e disse que iria descer depois do recreio mais a minha surpresa foi que ele disse não hoje não dá eu olhei e disse vc tem outra hoje né diga .
ele disse e menina tá recomeçando mau já te disse que não tenho dona e nem só dono de minguem parece que vc não aprendeu nd .
amanha conversamos e saiu de perto e se misturo no tumulto que era o recreio ali .
não satisfeita desci depois do recreio procurei ele por tds o lado mais não o encontrei nem ele nem os cupinchas dele .
na saída tmb não os vi .
no dia seguinte quem chego cedo quem estava esperando quem ,
infelizmente eu cheguei faltando 30 minuto para entrar esperando acha ele pois sabia que chegava cedo só pra bagunçar e lá tava ele batendo nos meninos mais pequenos era meu bad boy em ação , não que eu aprovasse esta atitude mais eu achava sex ele dando uma de dono da escola e como ele não tava nem ai com a direção da mesma .
eu que sempre fui a queridinha da mamãe ,papai e dos professores , agora tava delirando com um rapaz tão diferente de mim isto cada vês mais me deixava Inebriada ao ponto de não me reconhecer me mais , eu queria aquele homem pra mim já não mi importava como .
e eu mais uma vês desci a nível mais baixo e fui conversar com ele que me desprezava ,parecia uma cachorrinha no cio atrás de seu cachorrão ,eu me sentia mau por me apaixonar assim eu não era mais dona de mim .
ele mais uma vês me mando embora não queria conversar saber me tratava como um pirralha mimada e ate me chamo assim .
foi quando eu mais uma vês disse faço tudo que vc quiser .
foi quando ele viro e disse ok vó te dar mais uma chance se vc der pra tras não quero que vc nem me olha mais .
ele me levo de lado da escola e me disse assim .
___na hora do recreio desce com a tua mochila e me encontre no lado perto da quadra e não deixe nem um material na classe .
eu perguntei pra que e ele .
____cala a boca já não te disse que tem que fazer porra , e saiu entrando na escola .
não consegui nem estudar direito só tava esperando dar o sinal ,quando bateu eu já tava com td dentro da mochila desci e fui ali na quadra quando chego lá tá ele e o Antonio .
parei e perguntei por que o Antonio estava ali ele mando eu ficar quieta ele vai ajudar a gente a pular o muro da escola então concordei e o Antonio pulo para fora da escola e André segura minha mão encanto o irmão me pegavam do lado atrás da escola nisto eu senti uma mão boba na minha bunda eu me esquivei mais fiquei quieta .
o André pulo lá de cima e falo vamos logo gente senão alguém vê .
eu cogitei e disse mais ele não vai voltar,o André disse porra neném de novo isso faz uma coisa vai pra tua casa ou pra puta que te pariu e me esquece e chamo o irmão e foram andando eu fiquei ali por alguns segundo e correndo atrás deles falei td bem vó com vcs mais aonde ,ele quieta porra quer vir vem mais calada .
não muito longe em uma viela da favela que tinha ali lado os 2 entraram e eu fui como uma cachorrinha atrás .
chegamos em uma casa de bloco a vista sem reboco do lado de fora mais ate que por dentro era bonitinha e pintada de branco . André disse vamos pro nosso quarto Antonio ele balanço a cabeça concordando e me pegando pela mão disse vamos .
eu perguntei mais se tua mãe ver a gente .
André disse não temos mãe e nem pai vivemos aqui com nosso irmão mais velho ele é porteiro e só chega a noite teremos a tarde td só pra nos .
e assim ele me puxou pelas mão ate o quarto ,quando entrei cogitei por que o Antonio estava ali afinal seria nossa tarde por que ele não ficava na sala .
foi quando o André volto a ser estúpido comigo novamente .
porra menina vc veio ate aqui sabe muito bem pra que e fica ai de frescura ,dizendo isto ele me me pega nos braço e me joga na cama ,era uma cama de casal onde os dois dormia .
ai o André já pego na minha calça onde a tiro junto com a calcinha e em seguida tiro minha camiseta da escola lá fiquei eu peladinha .
o André se despiu e fico pelado e com o pau já ereto pois parecia que ele se excitou rapidamente sendo tão mau , eu estava assustada mais tmb tava excitada com o perigo pois ate no meu medo eu não entendia mais estava gostando .
André subiu na cama e me pegando no pescoço parecia que ele ia me enforcar com aquelas mão mais pela primeira vês ele foi carinhoso e me beijando o pescoço foi subindo ate chegar na minha orelha e dando uma mordidinha eu me derreti ,nisto ele se vira para o Antonio e diz como é mano vai deixar eu sozinho vem , nisto o Antonio rapidamente se despiu e tmb subiu na cama e eu fiquei ali entre os dois eu loirinha branquinha igual leite com aqueles dois negros lindo eu nunca tinha ficado com alguém de cor antes .
logo eu me vi ali com dois paus negros e enorme a minha disposição que o medo sumiu em meio ao desejos .André e o irmão começarão me chupar os dois se dividia entre meus seios quase inexistente e minha buceta to já molhada de tesão eu tava tomando um banho de língua daqueles dois afrodescendente dois corpos lindo .
André se levanta e pegando na minha perna me puxa ate a beira da cama e me virando abriu minhas nádegas ,cheguei a trincar os dentes achando que ele ia por aquela pica enorme no meu cuzinho eu tava com medo por que só tinha levado no cuzinho a rola do Marco que não chegava nem na metade do tamanho e da grossura da do ANDRÉ que era enorme não tão grande como o do papai mais era tão grossa como , foi quando eu senti entrar td de uma vês só mais foi na minha xoxotinha que acolheu como se já fosse dona dela .
nisto o Antonio que só tava olhando André disse para de ser tonto irmão ela é pequena mais ja é larguinha não somos o primeiro vem logo na hora não entendi direito mais quando o irmão chego perto ele pois o pau dele perto da minha cara eu logo pegando ele já comecei a bater uma e pus na boca onde eu mamava como se fosse uma mamadeira cheia sugando ate a alma do menino .
depois de um tempo o André mando o irmão sentar na beira da cama ele obedeceu como cachorrinho nisto ele me mando eu dar pro irmão dele sentando na pica dele .
eu obedeci de frente pro menino que era um pouco mais velho que eu e sua pica era um pouquinho menor que a do irmão mais mesmo assim não era muito pequena onde eu sentando entro eu fui ate as bolas do menino ,foi ai que o Antonio se deito so o tronco e o André chego por traz e começo atentar enfiar sua pica no meu cuzinho mesmo eu estando com a do irmão na xoxota .
tentei sair ai ele me seguro na cintura e empurrando seu corpo consegui entrar a cabeça no meu cuzinho onde eu soltei um grito foi quando ele tampo minha boca com a mão e termino de entrar e ali eu fiquei parecendo um sanduíche de queijo branco no meio de duas goiabada cascão ,quando eu saia da rola do Antonio a do André entrava mas e vise versa .
eu tava em uma mistura de dor e tesão foi quando o Antonio encheu minha xoxota de porra que jorrava e o André tmb gozo só que ele tiro de dentro do meu cuzinho e me deu um banho de porra nas costa que ate no cabelo tinha porra .
paramos por alguns minuto eu ali no meio dos dois estava exausta queria tomar um banho mais não deu pois o André se viro e volto a me segurar e sem tomar banho nem nd volto a comer minha xoxota nos estávamos ali fedendo mais ele não se importava e estocava sua vara sem dó na minha xoxota que não demoro muito para responder e voltar a se excitar mais desta vês estávamos deitado um de frente para o outro ele me beijando não parecia ter nojo do fato de eu ter chupado o pau do seu irmão nisto eu sinto que o Antonio não ficando para traz começo a dar pinceladas com seu pau na minha bundinha logo ele tava abrindo minhas nádegas para achar o buraquinho do meu cuzinho que já não tava tão buraquinho assim ele se abri como uma flor esperando sua abelha .mais uma vês virei o queijo do sanduíche e tava adorando ser possuída por estes negros .
ele não me tratava com uma criança como o tio e o papai me tratava na cama ,ele me tratavam como uma vadia uma puta e não como uma bonequinha de louça .
e eu tava adorando ser tratada como vadia pois não queria mais ser mais a menina enganada por um adulto queria ser a vadia de alguém que me visse como mulher .
tds me chamam de sofe

LibidGel

pois isto não será uma ofensa já que desejo não se pode definir .

o que é certo o errado é sim você ser feliz com o que você é

agora tds podem me chamam de VADIA

Sexshop

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.