Me exibindo na estrada

Somos casados a três anos e não temos filhos, optamos por continuar trabalhando e curtindo a vida mais um pouco, pois com 22 anos achamos melhor aproveitar um pouco mais o que a vida tem de bom e a nossa juventude, e mudamos os planos de ter filhos pra mais tarde. Sempre que possível descemos a serra em direção ao litoral, principalmente quando tem feriados prolongados, e pra evitar os congestionamentos inevitáveis desses dias procuramos descer um dia antes daquela loucura toda e voltar sempre depois. Mas num desses dias saímos cedo e no caminho aconteceu um acidente o que tornou a viagem mais lenta e demorada. Eu estava com um vestidinho branco e curto, mas bem comportado, como estávamos devagar e toda hora o transito parava, reclinei o meu banco um pouco, tirei as sandálias e coloquei minhas pernas no painel do carro em cima do porta luvas. Eu estava quase pegando no sono quando fui despertada por meu marido, pois os caminhoneiros e pessoa nos ônibus, que as vezes passavam por nós quando a pista deles estava mais rápidas, estavam me olhando, ou melhor olhando minhas pernas e talvez vendo minha calcinha também branca. Baixei minhas pernas e ai fui surpreendida pelo meu marido quando ele disse: tire a calcinha, se eles querem ver mostra!!!. Você ta louco!!!, logo você meu marido me fazer uma proposta dessa!!! Ele então disse: Se eu fosse um desses caminhoneiros eu também estaria louco pra ver sua bucetinha, já que estamos na estrada vamos nos divertir e provoca-los, fiquei sem ação tamanha a ousadia do meu marido, querendo me exibir em plena estrada para outras pessoas, mas fui percebendo que cada caminhão que passava o motorista olhava, principalmente se o caminhão parava próximo ao nosso carro, e com o incentivo do meu marido aquilo começou a me dar um certo tesão. Vi que meu marido estava de pau duro, também ele sentia tesão em me exibir pros outros, então resolvi cooperar e me divertir também. Quando percebi um motorista parado ao nosso lado me olhando, levantei um pouco minha bunda e puxei minha calcinha coloquei minhas pernas no painel de novo a aos poucos fui tirando minha calcinha, os carros começaram a andar o caminhão passou um pouco a nossa frente, o suficiente pro motorista me ver tirando totalmente minha calcinha branca, puxei meu vestido mais pra cima abrindo um pouco as pernas e lhe permitindo uma visão completa da minha bucetinha, bem lisinha sem nenhum pelo. Ele passava a língua nos lábios, me jogava beijos e colocava quase meio corpo pra fora da janela. Eu passava os dedos na minha buceta e oferecia a ele, depois chupava meus dedos me deliciando com meu melzinho que já escorria abundante. O transito andava lento, e eu deixei aquele motorista tão tarado que ele esqueceu de prestar atenção ao volante, a acabou esbarrando no veículo a sua frente causando mais um acidente, sem gravidade é claro mas provocando mais engarrafamento. Continuamos descendo a serra, e eu mostrando minha bucetinha pra quem quisesse ver, deixando ela tomar um solzinho e lambuzando meus dedos e deixando quem estava na estrada com agua na boca, depois que passamos pelo local onde aconteceu o acidente que provocou todo congestionamento, o transito fluiu rápido e logo chegamos ao litoral. Com certeza foi uma viagem que me encheu de tesão, pois além de provocar muita gente me exibindo, não vimos nem o tempo passar. Agora toda vez que vamos pro litoral eu mesma já tomo a iniciativa, procuro ir com o vestido mais curto possível e sem calcinha, não vamos mais com um dia de antecedência, pelo contrario, procuramos ir e voltar no dia da loucura, assim o transito fica parado por mais tempo e eu tenho mais tempo pra me exibir, e mostrar minha bucetinha pra mais gente, isso me faz perder a conta de quantas vezes eu gozo durante a viagem. Numa dessas idas pro litoral com o transito totalmente parado, o motorista do carro ao lado do nosso, me olhava com insistência me vendo com a mão na buceta, pra saciar sua vontade, ofereci meus dedos molhados pelo meu gozo pra ele, e ele chupou meus dedos sentindo o gostinho do meu sexo, a mulher dele dormia no banco do carona. Com o incentivo do meu marido, eu que era uma mulher sempre contida nas minhas atitudes, agora virei uma verdadeira putinha nas viagens, mostrando sem pudor minha buceta e meus seios deixando homens e mulheres loucos de desejos por minha bucetinha depilada e meus seios durinhos. Já estou pensando em deixar alguém chupar minha buceta no meio do congestionamento, com certeza vai ser uma loucura , e eu vou gozar muito. Sempre que chegamos ao litoral ou voltamos pra casa, ao chegar compenso meu marido por ter me ensinado a ser mais aberta, mais puta, mais ousada e exibicionista, se a nossa relação já era maravilhosa agora se tornou muito melhor. Mayara Nascimento

Sexo por Telefone

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.